Africano abre barbearia no centro de Lajeado

"Tenho clientes do Haiti, Senegal, Guiné-Bissau e brasileiros", diz Mustafa Seidi


0
Foto: Joel Alves

Em 2016 Mustafa Seidi, de 34 anos, deixou Guiné-Bissau, na África, em busca de uma vida melhor. Desembarcou em São Paulo, onde permaneceu por dois anos, depois de passar um ano no Mato Grosso do Sul, veio para o Rio Grande do Sul.

Foto: Joel Alves

Incentivado por um amigo, veio para o Sul porque lhe disseram que seria mais fácil conseguir um emprego. E de fato isso aconteceu, assim que chegou foi empregado em um grande frigorífico de Lajeado.

Apesar de estar empregado, Seidi pensava em ter o seu próprio negócio, uma barbearia. Sonho que já nutria quando ainda morava na África, onde teve algumas noções de como cortar cabelo e fazer barbas. 

Há quatro meses Mustafa Seidi tomou coragem e abriu sua própria barbearia. Ainda trabalha no frigorífico até às 15h, mas às 16h30 abre sua barbearia e atende até às 20h.

“Nestes quatro meses já conquistei muitos clientes. Tenho clientes do Haiti, Senegal, Guiné-Bissau e brasileiros”, fala ele orgulhoso.

A barbearia se localiza na Rua Silva Jardim, no centro de Lajeado. O corte de cabelo custa R$ 20, e a barba R$ 10,. Paga um aluguel de R$ 450, e divide o espaço com outro guineense, que vende carregadores e acessórios para celulares.

Durante toda a entrevista o africano fala sorrindo, até mencionar sua esposa, que permanece na Guiné-Bissau. Com a voz embargada e os olhos marejados Seidi fala: “Ainda não consegui trazer minha esposa da África. Primeiro tenho que juntar os cerca de R$ 9 mil da passagem e depois ver se ela consegue ser liberada pelo governo para vir pro Brasil’, fala ele.

Conheça Guiné-Bissau

Guiné-Bissau é um país tropical na costa atlântica ocidental na África. É conhecido pelos parques nacionais e pela vida selvagem. A ilha principal, Bubaque faz parte do Parque Nacional de Orango, um habitat de hipopótamos de água salgada. A capital se chama Bissau, possui uma população de 1,968 milhão de habitantes. A moeda é o franco, e o idioma oficial é o português.

Texto: Joel Alves

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui