Agência do Sine de Estrela registra aumento no atendimento em mais de 100%

Unidades de muitas cidades da região estão com serviços suspensos. Local desde sexta-feira (21) opera em novo endereço na Rua Marechal Floriano, no Centro


0
Atendimentos são feitos através de agendamentos de horários (Foto: Gabriela Hautrive)

O atendimento na Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS/Sine) de Estrela, que antes da pandemia não chegava a dez pessoas por dia, agora passa de 20, registrando um aumento de mais de 100% na demanda dos serviços. Além disso, se não tivesse agendamento de horários, o número poderia ser ainda maior, segundo o assistente administrativo da agência, Francis Julian Ibaldo Cantarelli da Silva. “A ordem que nós temos é agendamento de 30 em 30 minutos, uma pessoa por atendente, e aqui somos entre dois, então marcamos duas pessoas a cada 15 minutos”, explica. O fato ocorre, conforme Silva, em decorrência de outros Sines da região estarem com atividades reduzidas.


ouça a reportagem 


 

Pessoas de Lajeado, região alta do Vale do Taquari, e até mesmo da Serra Gaúcha, como o caso de Boa Vista do Sul, passaram a procurar os serviços em Estrela neste período de pandemia. “As agências estão com os serviços paralisados em função de funcionários do grupo de risco e comorbidades, então estamos atendendo todos para não deixar ninguém sem assistência”. A situação acontece desde a chegada da pandemia em março de 2020, porém, há registro de um aumento na procura nos últimos dias. Em Estrela trabalham dois atendentes e o coordenador da agência, sendo que nenhum está afastado no momento, mas o coordenador teve sintomas gripais e procurou atendimento médico na manhã desta segunda-feira (24).

A agência está localizada em novo espaço na Rua Marechal Floriano, nº 27, no Centro de Estrela (Foto: Gabriela Hautrive)

Desde a última sexta-feira (21) o local está funcionando em novo endereço. A sede, que desde 2019 funcionava em uma sala junto a unidade do Poupa Tempo da Prefeitura de Estrela, agora está localizada em um espaço estadual, na Rua Marechal Floriano, nº 27, junto ao conhecido prédio do Ipe, no Centro da cidade. “A estrutura está bem melhor, antes o espaço era pequeno e apertado, acumulava muitas pessoas por dividir espaço com outros setores da prefeitura também e agora temos um espaço só nosso”, relata. O desejo em mudar de endereço já existia há mais tempo, segundo o assistente. “Pela questão de transferir do Ipe para a fundação demorou um pouco, mas estávamos sempre batalhando para termos o nosso lugar, nosso espaço”, conta.

Assistente administrativo da agência, Francis Julian Ibaldo Cantarelli da Silva (Foto: Gabriela Hautrive)

A partir de agora, o endereço será fixo por tempo indeterminado para mudanças. O novo espaço foi inaugurado na sexta-feira (21) na presença do secretário estadual do Trabalho, Emprego e Renda, Ronaldo Nogueira; do diretor-presidente do FGTAS, Rogério Grade; e do prefeito de Estrela, Elmar Schneider, além de equipe local e outras autoridades, entre elas Roberto Fedrigo, servidor do FGTAS há 39 anos. No local, em cerimônia antes da abertura, os convidados destacaram o momento e a importância do trabalho conjunto com a prefeitura e o Governo do Estado. A agência atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h sem fechar ao meio dia. Informações e agendamento de horários podem ser feitos pelo telefone 3712-1878.

Trabalho das agências FGTAS/Sine

Novo espaço é mais amplo do que o anterior, tendo espaço de atendimento e outros dois ambientes (Foto: Gabriela Hautrive)

Conforme o site oficial da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS/Sine), as agências caracterizam-se como uma fundação pública de direito privado, vinculada à Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social. A FGTAS é o resultado da fusão de três outras fundações: Fundação Gaúcha do Lazer e Recreação (Funlar), criada em 3 de março de 1975 e extinta em 8 de agosto de 1983, Fundação Sul-riograndense de Assistência (Fundasul), criada em 24 de agosto de 1964 e extinta em 27 de novembro de 1991, e Fundação Gaúcha do Trabalho (FGT), criada em 30 de maio de 1966 e extinta em 27 de novembro de 1991.

Instituída pelo Estado nos termos da Lei número 9.434, de 27 de novembro de 1991, e regulamentada pelo Decreto 34.155, de 30 de dezembro de 1991, a FGTAS tem entre as suas atribuições a administração do sistema público de emprego, que envolve atividades permanentes de informações sobre mercado de trabalho e intermediação de mão-de-obra. A lei de criação da FGTAS contempla ainda a possibilidade da Fundação articular-se com entidades públicas ou privadas, nacionais ou estrangeiras, visando à colaboração para a execução de seus programas. No interior do Estado, a Fundação trabalha em parceria com prefeituras, sindicatos e outras entidades.

O Rio Grande do Sul foi o primeiro Estado a firmar convênio com o Ministério do Trabalho para a implantação do SINE, que tem como função oferecer serviços de intermediação de mão-de-obra, seguro-desemprego, geração e análise de informações sobre mercado de trabalho, projetos de emprego e renda e qualificação profissional. O Governo do Estado, através da FGTAS, gerencia e garante o aparato institucional para a operacionalização do Sistema através das Agências FGTAS/Sine.

Coordena e desenvolve o Programa Gaúcho do Artesanato que incentiva a profissionalização e fomenta a atividade artesanal com políticas de formação, qualificação e apoio à comercialização. Administra o Vida Centro Humanístico que oferece atividades de inclusão social voltadas à crianças, adolescentes, jovens e idosos, através de ações de saúde, educação, esporte, lazer e cultura, além de eventos abertos à comunidade em geral.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui