Agente penitenciário é executado a tiros após atender campainha de casa no litoral de SP

De acordo com a Polícia Militar, criminosos tocaram a campainha da casa da vítima na manhã deste sábado de Natal e o atingiram a tiros. Ele foi socorrido, mas não resistiu


0
Ronaldo Soares dos Santos foi executado a tiros em Praia Grande (SP) (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Um agente penitenciário, de 49 anos, foi executado a tiros em Praia Grande, no litoral de São Paulo, no início da tarde deste sábado (25), feriado de Natal. De acordo com informações apuradas pelo g1, Ronaldo Soares dos Santos foi baleado após atender a campainha de sua residência, foi socorrido, mas não resistiu. O caso é investigado pela Polícia Civil.

De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), o caso ocorreu por volta das 13h, em um imóvel localizado na Rua Otacília da Luz Brasil, no bairro Ocian. Criminosos armados e encapuzados foram até a casa da vítima, tocaram a campainha e, assim que ela atendeu, atiraram várias vezes.

Os bandidos fugiram em dois veículos. Segundo a PM, Ronaldo foi socorrido por um parente até o pronto-socorro Quietude, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma equipe da PM foi acionada para atender a ocorrência e preservar o local do crime até a chegada da perícia da Polícia Científica.

Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) confirmou que a vítima é funcionária do Centro de Detenção (CDP) de São Vicente, e que morreu ao chegar no unidade de saúde. Tanto a SAP quanto o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspesp) lamentaram a morte do agente.

Até a última atualização dessa reportagem, a Polícia Civil buscava por informações que levem aos autores e motivação do crime.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui