Agentes e delegados suspeitos de torturar detentos em presídio são afastados pela justiça, em Passo Fundo

Segundo as vítimas e testemunhas, servidores teriam submetido os presos a tortura, recusa a pedidos de medicamentos e de atendimento médico e jurídico


0

Na última sexta-feira (22), o Tribunal de Justiça (TJ) decidiu afastar por 90 dias seis agentes e delegados penitenciários suspeitos de torturar detentos do Presídio Regional de Passo Fundo.

Conforme a Vara de Execuções Criminais (VEC) Regional de Passo Fundo, todos os servidores pertencem à 4ª Delegacia Penitenciária Regional (4ª DPR), ao Instituto Penal de Passo Fundo (IPPF) e ao Instituto Penal de Monitoramento Eletrônico. Segundo as vítimas e testemunhas, servidores teriam submetido os presos a maus-tratos e tortura e recusa a pedidos de medicamentos e de atendimento médico e jurídico.

Se confirmada a prática de tortura, os servidores investigadores poderão perder seus cargos e pagar multa. A Susepe instaurou procedimentos administrativos para investigar o caso. CC


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui