Agentes públicos são denunciados por venda de sepultura, em Itaqui

Dupla vendia sepulturas do cemitério municipal, considerados bens públicos de uso especial


0
Foto: Pixabay

O Ministério Público (MP) denunciou dois agentes que já foram servidores públicos lotados na Secretaria de Serviços Urbanos de Itaqui, na fronteira com a Argentina, por corrupção passiva.

Conforme o promotor de Justiça Vitor Hugo Chiuzuli, a dupla vendia sepulturas do cemitério municipal, considerados bens públicos de uso especial, conforme o Código de Posturas do Município de Itaqui. A denúncia foi aceita na segunda-feira (14). A Justiça proibiu os réus de acessarem o cemitério e os afastou cautelarmente dos seus cargos.

O promotor explica que, em abril de 2019, os denunciados aproveitaram que um pai tinha de retirar os restos mortais de seu filho do jazigo municipal para realocar em outro local e ofereceram novos espaços por R$ 200 e R$ 400. Ainda de acordo com promotor, os denunciados vêm utilizando os cargos públicos que ocupavam para prática de reiterados crimes contra a Administração Pública.

A investigação aponta que o crime ocorria ao menos desde 2010. MS/MP

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui