Agora é Lula x Bolsonaro

Opinião, os bastidores da política e as notícias "quentes" da região na Coluna do Fabiano Conte.


0
Foto: Divulgação

Já não bastava a polarização entre esquerdistas e direitistas tomando conta das discussões diárias, agora o centro do debate passará para os principais líderes das duas correntes. A decisão do ministro Edson Fachin, do STF, de anular a condenação de Lula, coloca em seu colo, uma candidatura a presidência na eleição de 2022. Somente ele, hoje, tem nome para enfrentar Bolsonaro nas urnas. Até outubro de 2022 o que mais soará em nossos ouvidos serão os nomes de Bolsonaro e Lula.


Choque
Será que a decisão do STF não fará com que o governo Bolsonaro “acorde”. Está mais do que na hora do presidente mostrar a que veio. Falar menos e fazer mais. Pelo bem do Brasil, que “Lula livre” faça com que Bolsonaro arregace as mangas e mostre trabalho. Começando pelo combate a pandemia.


Pensando bem
O “presidencial global” Luciano Huck, em sua conta no twiter, fez uma colocação interessante e que merece uma profunda análise dos esquerdistas que querem ver Lula como presidente novamente. Escreveu ele: “no Brasil, o futuro é duvidoso e o passado é incerto. É respeitar a decisão do STF e refletir com equilíbrio sobre o momento e o que vem pela frente. Mas uma coisa é fato: figurinha repetida não completa álbum”.


Depois de 32 anos
A Câmara de Vereadores de Estrela tem novo assessor jurídico, Fábio Gisch, que assumiu nesta semana. Depois de 32 anos de atuação como advogado da Câmara de Estrela, Erny Lindolfo Iser, deixou a função na semana passada.


Os Vales no Governo
O deputado estadual Edson Brum (MDB) foi empossado como titular da nova Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Terá como principal missão buscar alternativas para o desenvolvimento econômico do Estado neste período crítico de pandemia. Natural de Rio Pardo, mas morador de Encantado, dá para se dizer que Brum representará a Região dos Vales no primeiro escalão do Governo Leite.


Hora de ajudar
Prefeito de Lajeado Marcelo Caumo irá encaminhar dois projetos para análise da Câmara de Vereadores procurando auxiliar pessoas e empresas. Um deles irá possibilitar fazer o parcelamento dos tributos desse ano, como o IPTU e a Taxa de Licença, sem o acréscimo de juros. E primeiro vencimento em maio. O outro projeto possibilitará condições especiais para o pagamento de débitos de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui