Airbnb oferece acomodação gratuita a 20 mil refugiados afegãos

Confira as informações do programa Correspondente Independente do meio-dia


0
Segundo a empresa, objetivo é ajudar os refugiados enquanto se adaptam aos novos países (Foto: GETTY IMAGES)

A plataforma online de serviço de hospedagem Airbnb disse que vai oferecer acomodação gratuita a 20 mil refugiados afegãos para ajudar no reassentamento deles pelo mundo. O CEO da empresa, Brian Chesky, disse que a medida é uma resposta a “uma das maiores crises humanitárias da nossa era” e que era sua responsabilidade fazer algo para ajudar. “Eu espero que isso inspire outras empresas a fazer o mesmo. Não temos tempo para desperdiçar”, disse Chesky, que é cofundador do Airbnb. A oferta começa imediatamente e a empresa diz que está trabalhando com organizações não-governamentais in loco para ajudar com as necessidades mais urgentes. G1

Anvisa amplia prazo de validade da vacina contra Covid-19 Oxford/AstraZeneca para nove meses

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira (24) que ampliou para nove meses o prazo de validade da vacina contra a Covid-19 Covishield, desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório Astrazeneca, e importada pela Fiocruz. Em nota, a Anvisa explica que atendeu ao pedido do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos BioManguinhos, da Fiocruz, que havia solicitado a ampliação do prazo de validade do imunizante de 6 meses para 9 meses, quando armazenada sob entre 2°C – 8°C. G1

Espanha acaba com quarentena obrigatória de viajantes brasileiros

As regras para entrar na Espanha mudaram a partir desta terça-feira (24): os brasileiros que viajarem para lá não precisarão mais passar por uma quarentena obrigatória e é permitida a entrada no país de pessoas vacinadas com qualquer uma das vacinas que são ministradas no Brasil —inclusive a CoronaVac. O viajante precisa ter sido vacinado há pelo menos 14 dias, e precisará mostrar um certificado de vacinação. Quem foi infectado pelo coronavírus poderá apresentar um certificado de recuperação com tradução em espanhol ou inglês ou francês ou alemão que mostra que já se passaram 11 do último teste de resultado positivo. G1

Bolsonaro espera “plena normalidade” em dezembro, com população adulta vacinada

O presidente Jair Bolsonaro se mostrou otimista sobre a superação da pandemia de Covid-19 no Brasil. Diante do calendário de vacinação pelo Ministério da Saúde, que prevê toda a população adulta vacinada com duas doses até o fim de novembro, o chefe do Executivo afirmou nesta terça-feira esperar que, em dezembro, o País entre na fase de “plena normalidade”. Em entrevista, Bolsonaro voltou a defender o uso facultativo de máscara na população, assim como é a vacinação. Segundo ele, o governo “está na iminência de sugerir que uso de máscara passe a ser opcional”. Na segunda-feira, o chefe do Executivo afirmou que ia falar com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para desobrigar o uso da proteção, considerada por especialistas como fundamental para conter a Covid-19 no Brasil. Correio do Povo

Pedido de impeachment de Alexandre de Moraes não tem fundamento jurídico, diz OAB

O pedido de impeachment apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Senado contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), não tem fundamento jurídico. A avaliação é do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que acaba de emitir parecer sobre a representação do Palácio do Planalto. O documento conclui pela “inexistência de crimes de responsabilidade imputáveis ao eminente Ministro Alexandre de Moraes” e diz que Bolsonaro, na condição de chefe do Executivo, não tem legitimidade para pedir abertura de processo de impeachment contra o ministro do Supremo. Correio do Povo

Produção e apresentação: Caroline Silva
Próxima edição: Hoje, às 18h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui