América Latina ultrapassa 800 mil mortes pela Covid-19; Brasil concentra mais de 41% dos registros

Quase 89% das mortes na região estão concentradas no Brasil, México, Colômbia, Argentina e Peru


0
População do México em rua de comércio em meio à pandemia do coronavírus em janeiro de 2021 (Foto: Rebecca Blackwell / AP)

A América Latina e o Caribe ultrapassaram a marca de 800 mil mortes pela Covid-19 nesta terça-feira (6), além de mais de 25 milhões de infectados, segundo balanço da agência de notícias AFP e números da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a AFP, a região registra 800.099 mortes, já o balanço da OMS indica que as mortes na América Latina chegam a mais de 800,3 mil registros.

A situação é pior no Brasil. Com 333.153 óbitos, o país concentra mais de 41% de todas as mortes na região. No mundo, o Brasil é superado em número absoluto de óbitos apenas pelos Estados Unidos, que registram mais de 551 mil mortes, de acordo com a OMS. Quase 89% das mortes na região estão concentradas em apenas cinco países. São eles: Brasil, México, Colômbia, Argentina e Peru.

O México é o segundo mais afetado na América Latina. Acredita-se, depois de uma revisão dos dados pelo ministério da Saúde mexicano, que mais de 321 mil pessoas tenham morrido de Covid-19 no país até março. Logo em seguida vem a Colômbia (64.293 mortes), Argentina (56.471) e Peru (53.138), de acordo com a AFP.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui