Amturvales encerra capacitações para qualificar atendimento a turistas 

Cursos buscaram preparar profissionais para a retomada do setor no pós-pandemia


0
Foto: Divulgação

A Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales) promoveu, entre o final de maio e o início de junho, dois cursos: Competências Básicas do Condutor de Turismo de Aventura e Atendimento no Turismo. O curso de Atendimento no Turismo ocorreu no dia 29 de maio, em Arvorezinha, atendendo os municípios da região alta do Vale. Entre os temas abordados estiveram o bom atendimento, como encantar os turistas e a criatividade ao receber pessoas.

A qualificação teve 22 participantes e a turismóloga da Amturvales, Cristine Viel, foi a instrutora. Ela salienta que o curso foi interativo, trazendo as dificuldades e ações do dia a dia referente ao atendimento ao turista. “Com a retomada do turismo e o novo perfil do turista, que será o de um cliente preocupado com a saúde, bem-estar e uma nova mentalidade pós-pandemia, é importante qualificar cada vez mais as equipes de atendimento e de forma continuada. Afinal, a excelência no atendimento deve ser prioridade”, afirma Cristiane.

Para a turismóloga, municípios da Rota da Erva Mate estarem presentes no curso foi importante, pois desde ervateiras, prestadores de serviços, pontos de atendimento diversos, além de gestores do Museu do Pão, em Ilópolis, puderam trocar experiências, estabelecer parcerias e buscar maior qualidade na sua forma de receber e atender ao turista que visita este destino do Vale do Taquari.

Já o curso Competências Básicas do Condutor de Turismo de Aventura encerrou-se no sábado (6). A capacitação é baseada na Lei Geral do Turismo, Código de Defesa do Consumidor e Normas da ABNT para o Turismo de Aventura. O objetivo foi capacitar recursos humanos para os segmentos de ecoturismo, turismo de aventura e turismo rural.

Ao todo, 18 alunos, de 11 municípios da região, participaram do curso. As saídas de campo ocorreram no Morro Gaúcho, em Arroio do Meio, e em trilha que saiu do Parque dos Lagos até os Paredões do Arroio Sampaio, em Sério.

Para o instrutor, Luis Marcelo Rodrigues, que é diretor técnico da empresa Nomas, a qualificação é importante para guias de turismo e para pessoas que queiram ingressar no setor de ecoturismo, turismo de aventura e turismo rural. “Atividades como ecoturismo, caminhadas e cicloturismo estão muito em alta hoje no segmento de turismo rural. Essa capacitação vem para preparar os profissionais para o bem atender, prepará-los para o sistema de gestão de segurança, sem deixar de lado a parte do meio ambiente”, observa. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui