Nova sede do Foro Trabalhista de Estrela é inaugurada com presença da presidente do TRT-RS

Desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez participou do evento na manhã desta quinta-feira (30), em Estrela


0
Vice-prefeito de Estrela, João Scheffer (d), e a presidente do TRT-RS, desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez (Foto: Gabriela Hautrive)

Com cerca de 2,6 mil metros quadrados de área construída, divididos em três pavimentos, o novo prédio do Foro Trabalhista de Estrela, que abrigará as duas varas de trabalho que funcionam no município, foi inaugurado na manhã desta nesta quinta-feira (30), com a presença da presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez, que fez o descerramento da fita inaugural do espaço, ao lado do vice-prefeito de Estrela, João Scheffer. O novo endereço está localizado na Rua Pinheiro Machado, nº 285, no Centro da cidade, próximo à antiga Fábrica da Polar.

Ato inaugural da placa do novo espaço foi feito pela desembargadora e o diretor do Foro Trabalhista de Estrela, Rogério Donizete Fernandes (Foto: Gabriela Hautrive)

A mudança teve o objetivo de aprimorar as condições de trabalho e o atendimento para população, em uma construção que aconteceu dez anos após ser feita a doação do terreno por parte da prefeitura, conforme o diretor do Foro Trabalhista de Estrela, Rogério Donizete Fernandes.

“Nesse período todo, em 2013, foi instalada a segunda vara, no mesmo imóvel de onde era uma, sendo que passou a ser o dobro de trabalho, servidores e audiências, mas em um espaço reduzido”, conta. Naquele espaço, não era possível, por exemplo, fazer audiências no mesmo dia, segundo o diretor. “Esse era, digamos assim, o principal problema, mas aqui não, temos hoje um prédio muito”, destaca.


ouça a fala do diretor do foro

 


O edifício conta com um subsolo, estacionamento privativo, que inclui vagas especiais, e dois andares para uso do público. As dependências possuem acessibilidade com elevadores internos e acesso direto ao térreo sem escadarias.

Diretor do Foro Trabalhista de Estrela, Rogério Donizete Fernandes (Foto: Gabriela Hautrive)

“O projeto do prédio foi feito quando o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) exigia dimensões mínimas, em razão dos processos serem físicos, mas hoje é tudo PJE, processos eletrônicos, e eles ficam arquivados nos servidos”, explica. Por conta disso, foram feitos contatos com outros órgãos para melhor aproveitamento dos espaços.

“Ceder para o Cartório Eleitoral, Justiça Eleitoral, que vai ser de uma importância muito grande, não só do acesso aos advogados, reclamantes, mas se tornar muito melhor com mais possibilidade de horários das audiências.”

Presidente do TRT-RS, desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez (Foto: Gabriela Hautrive)

O projeto também contemplou aspectos de sustentabilidade e de economia. O edifício conta com recursos para a captação e o reuso da água da chuva, e pisos externos permeáveis para facilitar a drenagem. O espaço é amplo e facilitará o trabalho em diferentes aspectos, segundo reforça a desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez.

“É muito confortável, vai atender os jurisdicionados, os trabalhadores e os empregadores de Estrela, esperamos fazer um bom trabalho a serviço da comunidade, porque o que nós fazemos é isso, servir ao público”, relata a presidente do TRT-RS.


ouça o pronunciamento da desembargadora

 


A distribuição dos ambientes do prédio e das janelas favorece o uso da iluminação natural. Foram instalados aparelhos de ar-condicionado do tipo VRF (mais eficientes e econômicos) e luminárias LED de alto desempenho. Além disso, a construção deu preferência a materiais de origem local.

A edificação atende aos parâmetros estabelecidos pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). O custo total da obra foi de R$ 7,4 milhões. A jurisdição do Foro Trabalhista de Estrela também abrange os municípios de Bom Retiro do Sul, Colinas, Fazenda Vilanova, Imigrante, Paverama, Poço das Antas, Teutônia e Westfália.

Novo endereço está localizado na Rua Pinheiro Machado, no Centro da cidade, próximo à antiga Fábrica da Polar (Foto: Gabriela Hautrive)

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui