Anvisa aprova medicamento para tratamento da covid-19

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou autorização emergencial em caráter experimental de um medicamento para tratamento de pacientes com covid-19, o Sotrovimabe. O remédio foi autorizado para uso em pacientes com quadros leve e moderado e com risco de evolução para uma situação grave. Ele é contraindicado para pacientes hospitalizados, que precisem de suporte ventilatório. O medicamento não será disponibilizado para comercialização direta ao público, mas terá uso ambulatorial, devendo ser prescrito por um médico para que seja ministrado. O prazo de validade do produto é de 12 meses, armazenado em temperaturas de 2º a 8º. A autorização foi definida por unanimidade pelo colegiado. A diretora relatora do caso, Meiruze Freitas, destacou que as áreas técnicas avaliaram os dados enviados pela empresa responsável e consideraram eles satisfatórios. “Com relação aos aspectos clínicos, os resultados de eficácia demonstraram que o tratamento com uma dose de 500g resultou em uma redução clínica com significância estatística na proporção dos voluntários com covid-19 leve e moderada que participaram do estudo”, concluiu Freitas. Mas ela ressaltou que é importante realizar o monitoramento da aplicação do remédio para mapear casos adversos. Atenção especial foi destacada pela área técnica para o uso em gestantes, para as quais deve ser avaliada com cuidado a relação custo-benefício. A diretora também lembrou que a agência reguladora europeia para medicamentos já emitiu parecer apoiando uso do Sotrovimabe como opção de tratamento para pacientes adultos e adolescentes acometidos com covid-19. Segundo o gerente-geral de medicamentos e produtos biológicos, Gustavo Mendes, o tratamento tem que ser iniciado logo após o teste positivo e, preferencialmente, até cinco dias do início dos sintomas. A aplicação é de dose única, de 500 mg. Os estudos clínicos realizados, seguiu Mendes, com voluntários nos Estados Unidos, Canadá e em outros países, inclusive Brasil, tiveram resultados com “relevância importante” da redução da carga viral. A gerente-geral de fiscalização e inspeção sanitária, Ana Carolina Marinho, relatou que foi avaliado o processo de produção, realizado em duas fábricas, uma na China e outra na Itália. “Informações sugerem cumprimento aceitável para justificar a autorização em uso emergencial no cenário pandêmico em que nos encontramos”, avaliou a gerente-geral. Fonte: Agência Brasil


OUÇA O PROGRAMA 


Quarta-feira com 12 óbitos e 502 novos casos de covid no RS

O Rio Grande do Sul registra nesta quarta-feira (8), 12 óbitos e 502 novos casos de covid. Agora, o Estado chega a um total de 1.414.881 casos confirmados. Desses, 1.374.497 são considerados recuperados (97%); em acompanhamento, 5.929 casos ativos (0,4%); e 34.362 morreram em decorrência do coronavírus (2,4%). Às 17h desta quarta-feira (8), 57% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.903 pacientes para 3.340 leitos disponíveis.

Vacinação

Rio Grande do Sul já tem 7.730.672 de pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a covid, o que representa 67,6% dos 11.422.973 habitantes gaúchos. Desses, 4.112.266 já receberam a segunda dose (35,9%); e 298.966 receberam dose única (2,6%). RC

STF suspende sessão e adia novamente marco temporal

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, suspendeu a sessão plenária desta quarta-feira (8). Os ministros avaliam a constitucionalidade do marco temporal para a demarcação de terras indígenas, que voltará a ser debatido na quinta-feira (9). Fux declarou que a suspensão, incomum para o horário, ocorreu para que os magistrados pudessem cuidar de outras demandas dos gabinetes antes de que se iniciasse a análise do mérito do tema relacionado aos povos tradicionais. Fonte: R7

‘Desrespeitar decisões judiciais é crime de responsabilidade’, diz Fux

Ao abrir a sessão desta quarta-feira (8), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, fez um pronunciamento elogiando a pacificação das manifestações do 7 de Setembro e a atuação das forças de segurança, mas criticou duramente os discursos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O ministro fez questão de ressaltar que ninguém fechará o STF. Fux lembrou que cartazes e palavras de ordem direcionaram duras críticas à Corte e aos ministros, sendo muitas das críticas feitas pelo presidente da República. “Ofender a honra dos ministros, incitar a população a ter ódio ao STF, incentivar descumprimento de decisões judiciais são práticas antidemocráticas, ilícitas e intoleráveis”, disse. No pronunciamento, Fux destacou que a Corte não vai tolerar ameaças à autoridade de suas decisões. “Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do Chefe de qualquer dos Poderes, essa atitude, além de representar um atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso Nacional.” Fonte: R7

Morre Dudu Braga, filho de Roberto Carlos, aos 52 anos

Após batalha contra o câncer, Dudu Braga, produtor musical e filho do Rei Roberto Carlos, morreu nesta tarde de quarta-feira (8), aos 52 anos. Desde setembro de 2020, ele enfrentava um câncer no peritônio, membrana que envolve a parede abdominal. Apesar do tratamento, o estado de saúde de Dudu piorou nos últimos dias. Dudu Braga era casado há 17 anos com Valeska Braga. Ele deixa Laura, a filha de 5 anos do casal. Fonte: Gente.ig

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado em R$ 40 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (8) o prêmio acumulado em R$ 40 milhões. As seis dezenas do concurso 2.407 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade deem São Paulo. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. De acordo com a Caixa, caso apenas um apostador ganhe o prêmio da faixa principal e aplique todo o valor na poupança, receberá R$ 120,4 mil de rendimento no primeiro mês.  O valor de uma aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50. Fonte: Agência Brasil

Apple deve apresentar novo iPhone em evento no dia 14 de setembro

A Apple anunciou que seu próximo evento será realizado no dia 14 de setembro. A apresentação será transmitida ao vivo pela internet diretamente da sede da empresa, em Cupertino, na Califórnia, nos EUA. Rumores sugerem que a companhia apresentar os novos modelos do iPhone 13, variando do tamanho mini ao Pro Max, do Apple Watch Series 7, que pode ter novas aplicações e bateria mais duradoura, e a nova geração dos fones de ouvido AirPods 3. A empresa não costuma divulgar com antecedência o que será anunciado, mas boatos apontam que os celulares da marca continuarão sendo o destaque do evento e terão mudanças no design, como câmeras diagonais e melhoras na captura das imagens, com o modo retrato funcionando em vídeos e ferramenta de astrofotografia para a captura de fotos do céu durante a noite. Fonte: R7

Com mais três mortes, chega a 33 o número de óbitos por surto de Covid no Hospital Conceição, em Porto Alegre

O Grupo Hospitalar Conceição (GHC) confirmou, na manhã desta quarta-feira (8), a morte de mais três pessoas, por consequência de um surto de Covid-19, no Hospital Nossa Senhora da Conceição, um dos maiores da rede pública de Porto Alegre. As vítimas são duas mulheres de 59 e 71 anos, além de um homem de 63. Desde o começo do surto, em 4 de agosto, 171 pessoas já testaram positivo para a doença. Desse total, 74 são funcionários e 97 são pacientes. Trinta e três pessoas morreram, todas pacientes. No dia 1º de setembro, o GHC e a Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmaram que havia, também, um surto da variante delta do novo coronavírus no local. Fonte: G1

Secretaria da Saúde volta a testar trabalhadores da Expointer para garantir ambiente seguro

Para manter a segurança de participantes e de visitantes da 44ª Expointer, a SES (Secretaria da Saúde), através do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), começa nesta quarta-feira (08) a retestagem, com exames rápidos de antígeno e RT-PCR, dos trabalhadores do evento, em Esteio. O teste não detectável de Covid-19 era um pré-requisito para trabalhadores terem acesso à feira. Deverão ser examinadas por amostragem pelo menos 200 pessoas nos próximos três dias. Além dos trabalhadores dos pavilhões expositores, serão testados pela segunda vez os servidores e jornalistas envolvidos no evento. Fonte: O Sul

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui