A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro do primeiro teste de farmácia para diagnóstico do HIV. O mecanismo do exame é semelhante ao dos existentes para medir a glicose de diabéticos. Com um aparelho, gotas de sangue são coletadas e colocadas em contato com um reagente.

O resultado pode ser visto em 20 minutos. Quando a presença de anticorpos para o vírus é identificada, linhas são formadas em um mostrador. O produto será vendido em farmácias e drogarias. Não há, no entanto, prazo para isso. A aprovação da Anvisa é o primeiro passo para a comercialização ser feita.

Agora, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos deverá analisar a qual preço o produto será vendido. A estimativa é de que isso ocorra em três meses. Existem no País cerca de 112 mil pessoas vivendo com HIV/Aids sem saber dessa condição. Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui