Anvisa recebe pedido de uso emergencial da vacina Covaxin

O prazo para análise é de 7 ou 30 dias, o período depende de cada caso, ressalta a Anvisa


0

Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu nesta terça-feira (29) pedido de uso emergencial em caráter experimental da Covaxin, vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo laboratório indiano Bharat Biotech e representada no Brasil pela Precisa Medicamentos.

A agência informa que iniciou a triagem dos documentos. “As primeiras 24 horas serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e verificar se os documentos necessários para avaliação estão disponíveis. Se houver informações importantes faltando, a Anvisa pode solicitar as informações adicionais ao laboratório”, divulgou por meio de nota. O prazo para análise é de 7 ou 30 dias, o período depende de cada caso, ressalta a Anvisa. “O prazo será de sete dias quando houver desenvolvimento clínico da vacina no Brasil ou quando o relatório ou parecer técnico emitido pela autoridade sanitária estrangeira seja capaz de comprovar que a vacina atende aos padrões de qualidade, de eficácia e de segurança estabelecidos pela OMS [Organização Mundial da Saúde] ou pelo ICH [Conselho Internacional de Harmonização] e pelo PIC/S [Convenção de Inspeção Farmacêutica]”, aponta no comunicado.

Em 13 de junho, a Anvisa autorizou a importação de 4 milhões de doses da vacina, com uso de forma controlada, mas ainda não há doses disponíveis no país.

Fonte: Agência Brasil


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui