Apenados do Presídio de Arroio do Meio fabricam casinhas para cachorros abandonados

O projeto foi iniciativa da psicóloga Candice Tieze (30), que procurou a administração da casa prisional e propôs uma parceria.


0
Foto: Susepe / Divulgação

Por meio de uma rede de contribuição, apenados do Presídio de Arroio do Meio tem trabalhado na construção de casinhas para cachorros. Protetores dos animais arrecadam materiais entre as comunidades de Estrela, Arroio do Meio e Lajeado, e contam com a mão de obra prisional para a produção das casas, que são entregues em abrigos de alguns municípios do Vale do Taquari.

O projeto foi iniciativa da psicóloga Candice Tieze (30), que procurou a administração da casa prisional e propôs uma parceria. Com isso, o apenado adquire experiência com marcenaria e garante o seu direito à remição de pena. A cada três dias trabalhados, o preso diminuiu um da pena. Atualmente, o Presídio de Arroio do Meio tem 47 apenados.

A casa prisional é modelo nos âmbitos estadual e nacional, com sala de aula na prisão, projetos de leitura e galeria para trabalho interno. Segundo a direção do Presídio, os organizadores do projeto precisam de madeira, brasilit, parafusos e pregos para aumentar a rede de doações das casinhas.

Interessados podem deixar os materiais no Presídio de Arroio do Meio ou na Associação dos Protetores de Animais de Arroio do Meio (APAAM). AD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui