Apesar dos impactos econômicos do coronavírus, inadimplência no comércio de Lajeado segue estável

Mês de maio começa com índice em 26,5%. Tendência também se repete a nível estadual, onde manteve-se em 31,7%.


0
Foto: Divulgação

Depois de atingir o pico dos últimos três semestres em abril, a inadimplência no comércio de Lajeado inicia estável em maio. Apesar dos impactos econômicos das medidas de prevenção e contenção ao coronavírus, o índice teve uma leve queda de 0,1 ponto percentual e nesta terça-feira (5) registrou 26,5%, o que equivale a 16.399 indivíduos.

Os números obtidos pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado junto ao banco de dados da Boa Vista apontam que a tendência também se repete a nível estadual, onde o índice manteve-se em 31,7%.

Desta forma, não houve alteração no perfil dos inadimplentes que, em Lajeado, seguem sendo a maioria do sexo masculino (51,3%), na faixa dos 30 a 34 anos (17,4%) e que recebe entre um e dois salários (54,5%). Já no Rio Grande do Sul, o maior percentual se concentra nas mulheres (50,8%), com idade entre 35 e 39 anos (14,2%) e com renda mensal de um a dois salários mínimos (51,4%). AI / GH

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui