Aplicação de inseticida elimina 80% da nuvem de gafanhotos, diz governo argentino

Os insetos estavam a 90 quilômetros da fronteira com o Brasil.


0
Foto: Senasa/Divulgação

Numa ação conjunta, o governo da Argentina e os produtores rurais aplicaram inseticidas, no fim de semana, na Província de Entre Rios, e eliminaram 80% da nuvem de gafanhotos, segundo o Serviço Nacional de Segurança e Qualidade Alimentar do país. Os insetos estavam a 90 quilômetros da fronteira com o Brasil.

De acordo com especialistas, a probabilidade desses gafanhotos chegarem ao Rio Grande do Sul diminuiu. “Contudo, temos que manter a vigilância, especialmente com os insetos remanescentes e com as gerações futuras que poderiam vir com a reprodução da nuvem”, explica o chefe da Divisão de Defesa Vegetal da Secretaria da Agricultura do RS, Ricardo Felicetti.

Mesmo com a redução considerável no tamanho da primeira nuvem, nessa semana outras aplicações de inseticidas serão feitas em parceria dos agricultores e do governo argentino na Província de Entre Rios. A expectativa é que ela seja considerada extinta ainda nessa semana. Essa nuvem, com mais de 400 milhões de gafanhotos, chegou na Argentina em junho. Os insetos cruzaram o norte do país, e por quase 30 dias, ficaram a cerca de 100 quilômetros do Rio Grande do Sul.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui