Após 25 dias, HBB deixa de ter pacientes em espera por leito de UTI

Plano de contingência baixou do risco 5 para o risco 3; 15 leitos de internação foram desativados e às 12h desta quarta, 56 pessoas estavam na ala Covid, com baixa de 53% em relação há duas semanas


0
Foto: Divulgação/HBB

Após quase um mês, a ala Covid do Hospital Bruno Born deixou de ter pessoas em espera por leito de UTI. Isso não ocorria desde 26 de fevereiro, quando o HBB entrou na fase 5 (calamidade) do plano de contingência. Naquela oportunidade, eram quatro pessoas esperando por um leito. Ao longo de março, este número chegou a subir para dez e também foi criado o setor UTI Intermediária Covid, para pessoas que não precisam mais fazer uso de respirador. Ainda na noite desta terça (23), quatro pessoas estavam à espera de um leito de UTI.

Às 12h desta quarta (24), eram 22 pacientes internados e 27 leitos de UTI disponíveis (81%). Outras cinco pessoas estavam um UTI intermediária, ocupando 100% dos leitos disponíveis. A ala da Internação também teve uma redução considerável de pacientes, tanto que nesta terça, o HBB reduziu de 55 para 40 o número de leitos. Às 12h desta quarta, eram 26 pacientes e 40 leitos (65%).

No setor de Observação também se verifica uma queda acentuada. Eram três pacientes para oito leitos (38%). No total, dos 80 leitos da ala Covid, 56 estavam ocupados (70%). No momento mais crítico, há duas semanas, chegou a ter 118 pessoas, o que representa uma queda de 53%.

Imagem: Reprodução / Site do HBB

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui