Após 30 anos, novo poço artesiano resolve falta de água em Forquetinha

Estrutura tem vazão de 24 mil litros de água por hora e investimento chega a R$ 250 mil com recursos próprios


0
Foto: Senapar / Divulgação

Nos últimos 30 anos esta é a primeira vez em que o agricultor Darcilo Bald, de São Vitor, consegue ficar tranquilo na hora de abrir a torneira em casa. Antes, a escassez de água do antigo poço, abastecido por uma vertente, trazia preocupação diária e só aumentava com a chegada dos meses de verão.

Com pouca oferta de água na propriedade, chegou a colocar canos por mais de 1,6 quilômetros para matar a sede dos animais e afazeres domésticos. Em várias ocasiões buscou água em tonéis com a junta de bois e a carroça. E quando esta fonte secava, dependia exclusivamente do caminhão pipa da prefeitura.

“É a realização de um sonho. Foi a obra mais importante feita na nossa comunidade nas últimas três décadas. Agora temos um abastecimento contínuo e água de ótima qualidade. A administração está de parabéns.”

Bald cedeu a área de terras para a perfuração do poço. Os vizinhos Pedro Paulo e Natanael Bald compartilham da mesma alegria. Apesar de possuírem poço artesiano e um açude para auxiliar no trato dos mil suínos na terminação e um plantel de 31 vacas leiteiras, destacam a importância da obra.

“Se não fosse a prefeitura levar caminhão pipa, a maioria das famílias ficariam totalmente sem água. Hoje temos ela em abundância e de qualidade. Este recurso é fundamental para manter a produção e a nossa saúde”, afirmam.

Qualidade e abundância

O prefeito Paulo José Grunewald, o vice-prefeito Grasiani Galli e o Secretário Municipal de Obras, Desenvolvimento Urbano e Rural, Henrique Krüger estiveram na comunidade para fazer a entrega oficial da obra.

Segundo Grunewald, a antiga rede foi feita na época em que o município ainda pertencia à Lajeado. “Era precária e todas as famílias eram abastecidas com água de vertente. Trocamos boa parte da canalização e perfuramos um poço artesiano novo. Hoje, além de garantir o abastecimento, as pessoas têm uma água boa e segura para consumir.”

Conforme Galli, é compromisso da atual administração levar mais qualidade de vida ao interior e assim garantir novos investimentos. “A água é essencial, seja para o consumo humano ou para possibilitar a implantação de novos projetos produtivos.”

Krüger ressalta que a obra beneficia mais de 50 famílias de São Vitor, Picada Schussler e Jararaca. Destaca a troca de 3 quilômetros de cano e a colocação de novos reservatórios. “Perfuramos quase 500 metros e aplicamos R$250 mil em toda estrutura. A vazão passa de 24 mil litros por hora. Agora as famílias estão tranquilas e têm um abastecimento digno e estável.” AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui