Após alerta de ONG norte-americana, homem denunciado pelo MP é condenado por estupro de vulnerável

Foi apreendida grande quantidade de material pornográfico infantil, além de imagens do investigado abusando sexualmente de um adolescente


0
Foto: Ilustrativa

Na segunda-feira (17), a Justiça da Comarca de Sarandi, na Região Norte, condenou a 21 anos e quatro meses de prisão um homem por estupro de vulnerável, armazenamento e registro de pornografia infantil.

O sujeito foi denunciado em novembro do ano passado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) após um caso encaminhado por uma ONG dos Estados Unidos que atua no combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes.

De acordo com a promotora de Justiça Ana Flávia Rezende, responsável pela denúncia, a entidade confirmou que um IP — endereço exclusivo que identifica um dispositivo na internet ou em uma rede local — de uma cidade da região de Sarandi havia realizado vários acessos a conteúdos de pedofilia. Desta forma, houve uma investigação que terminou com a prisão em flagrante do criminoso em 2023. No computador dele foi apreendida grande quantidade de material pornográfico infantil, além de imagens do investigado abusando sexualmente de um adolescente. Depois disso, em um depoimento especial, a vítima foi ouvida pelas autoridades.

Conforme a promotora, por meio de informações dos órgãos competentes, foi possível identificar o autor dos fatos e elucidar a prática de três crimes: registro e armazenamento de pornografia infantil e estupro de vulnerável. MP/MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui