Após ano em queda, mercado de trabalho do Rio Grande do Sul mostra recuperação parcial no quarto trimestre de 2020

Taxa de desemprego no Estado caiu de 10,3% para 8,4% no quarto trimestre, o que corresponde a uma queda de 98 mil pessoas no número de desempregados


0
Foto: Divulgação

Depois de três trimestres de números negativos, afetado pela pandemia da Covid-19, o mercado de trabalho gaúcho reagiu no quarto trimestre de 2020, com recuperação parcial em alguns dos principais indicadores na comparação com o trimestre anterior. A taxa de desemprego no Estado caiu de 10,3% para 8,4% no quarto trimestre, o que corresponde a uma queda de 98 mil pessoas no número de desempregados.

O movimento coincide com a recuperação no período na Taxa de Participação na Força de Trabalho (TPFT), que indica a porcentagem de pessoas em idade de trabalhar (14 anos ou mais) que estão empregadas ou em busca de trabalho, e também no Nível de Ocupação, que é o percentual de pessoas ocupadas em relação às pessoas em idade de trabalhar.

Os dados da primeira seção do Boletim de Trabalho do RS, divulgado nesta quarta-feira (14), pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE), vinculado à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), mostram que no quarto trimestre do ano passado a TPFT chegou a 58,6%, contra 57,5% do trimestre anterior, e o Nível de Ocupação passou de 51,5% para 53,7%.

Conforme avaliação do pesquisador Raul Bastos, responsável pela primeira seção do boletim, que tem informações baseadas nos indicadores da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pandemia influenciou de forma decisiva os índices, uma vez que no período mais crítico de 2020, entre o segundo e o terceiro trimestres, muitas pessoas desistiram de procurar trabalho, ou seja, deixaram a força de trabalho.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui