Após decisão de Fachin, Bolsa cai 3% e dólar dispara a R$ 5,78

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


1

A anulação das condenações do ex-presidente Lula nos processos relacionados à Lava-Jato no Paraná contribuiu para a piora dos ativos nesta segunda-feira (8). O Ibovespa chegou a recuar mais de 3%, ficando momentaneamente abaixo de 112 mil pontos. No câmbio, o dólar, que já vinha em alta, disparou a R$ 5,78. A decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, permite que Lula fique elegível para a eleição presidencial de 2022. Mas será posteriormente avaliada pelo plenário do STF. “Com Lula elegível, cresce ainda mais a chance deste governo ir totalmente para o populismo”, comentou Alfredo Menezes, sócio-gestor na Armor Capital.”A decisão do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, coloca o ex-presidente Lula em condições de concorrer às eleições de 2022″, afirmou a equipe da XP Política em comentário a clientes. Às 16h41, o dólar à vista saltava 1,56%, a R$ 5,7716. Na máxima, foi a R$ 5,7865. O real tem o segundo pior desempenho global na sessão com as perdas lideradas pela lira turca, em queda de 2,7%. Às 16h39, o Ibovespa caía 2,39 %, a 112.450,58 pontos. Na mínima, o Ibovespa chegou a 111.257,67 pontos (-3,4%). O volume financeiro somava R$ 32,7 bilhões. A Procuradoria-geral da República vai recorrer da decisão, que agora precisará ser analisada pelo plenário da Corte. Fonte: R7


OUÇA O PROGRAMA 


Segunda-feira com 113 óbitos e 2.726 novos casos de Covid no RS

O Rio Grande do Sul registra nesta segunda-feira (8), 2.726 novos casos de Covid-19 e chega a um total de 691.405. O número estimado de recuperados é de 640.770 (93% dos casos); acompanhamento 37.011 (5%); e 13.562 óbitos no total, sendo 113 registrados nesta segunda pela Secretaria Estadual da Saúde. Nove mortes são de moradores do Vale do Taquari. Dos 3.037 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 3.163 (104,1%) estavam com pacientes internados às 17h desta segunda. Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 682.068 pessoas vacinadas contra a doença.

Pfizer entregará ao Brasil 14 mi de doses até junho

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o assessor especial do Ministério da Saúde, Airton Cascavel, anunciaram nesta segunda-feira (8) que o Brasil receberá 14 milhões de doses da vacina contra covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech. O comunicado foi feito enquanto o presidente Jair Bolsonaro e ministros estavam reunidos por videoconferência com o diretor-executivo global da Pfizer. Fonte: R7

Fachin anula condenações de Lula relacionadas à Lava Jato; ex-presidente volta a ser elegível

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anulou nesta segunda-feira ( 8) todos as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato. Com a decisão, o ex-presidente Lula recupera os direitos políticos e volta a ser elegível. Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula. Segundo o ministro a 13ª Vara Federal de Curitiba não era o “juiz natural” dos casos. Fonte: G1

União pagou R$ 1,35 bilhão de dívidas de estados em fevereiro

O Tesouro Nacional pagou, em fevereiro, R$ 1,354 bilhão em dívidas atrasadas de estados. Desse total, a maior parte, R$ 907,2 milhões, é relativa a atrasos de pagamentos de Minas Gerais. Em seguida, vieram o pagamento de débitos de R$ 267,25 milhões de Goiás e de R$ 150,86 milhões do estado do Rio de Janeiro. Os dados estão no Relatório de Garantias Honradas pela União em Operações de Crédito, divulgado hoje (8) pela Secretaria do Tesouro Nacional.

Auxílio Emergencial ficará entre R$ 175 e R$ 375, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira (8) que a nova rodada do Auxílio Emergencial contemplará valores entre R$ 175 e R$ 375, dependendo da composição das famílias beneficiadas. Ainda, segundo ele, o valor médio será de R$ 250. A PEC emergencial, que viabiliza a retomada do auxílio emergencial, foi aprovada na semana passada pelo Senado Federal, mas ainda passará pela Câmara dos Deputados. A expectativa do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), é a de que o texto seja aprovado na próxima quarta-feira (10), se houver acordo. Fonte: G1

RS anuncia alteração no calendário do ICMS para dar fôlego a empresas durante a pandemia

Em pronunciamento feito no final da manhã desta segunda-feira, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou medidas para ajudar as empresas do Estado a ganharem fôlego diante das medidas de restrição para conter a disseminação do novo coronavírus. Duas delas são as alterações no calendário de pagamento do ICMS e do Diferencial de Alíquota (Difal). As duas determinações, que ainda serão publicadas em decreto, envolvem cerca de R$ 600 milhões. Fonte: Correio do Povo

Acil e CIC lançam campanha de arrecadação para o HBB

A Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) e a Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT) estão organizando uma campanha para angariar recursos ao Hospital Bruno Born (HBB). A ação visa auxiliar o hospital no tratamento dos pacientes que lutam contra a Covid – 19. São aceitas doações qualquer valor. Elas serão destinadas para a compra dos insumos como anestésicos, oxigênio e a destinação dos resíduos hospitalares, entre outros. Para participar, basta entrar em contato com a ACIL pelo fone (51) 3011-6900 ou WhatsApp (51) 9 9714-7989. AI/VM

Produção e apresentação: Rita de Cássia


1 comentário

  1. Amanhã o dólar vai a mais de R$ 7,00 com essa decisão do STF. É cada uma….. Brasil parece patinar no fundo do poço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui