Após ficar sem luz pela terceira vez em seu estabelecimento, empresário vai até a RGE pedir soluções

A central de atendimento já estava fechada, mas um funcionário o atendeu pela grade do portão


5

É a terceira vez que o empresário Julian Barth, proprietário de um restaurante japonês em Lajeado, sofre com a falta de energia para poder trabalhar. A nova queda de luz ocorreu na tarde desta quarta-feira (26). Ele diz que o mesmo já ocorreu em duas sextas-feiras, o que impossibilitou abrir as portas do restaurante, além de seus 17 funcionários ficarem sem trabalhar. “Se eu sofro com isso, imagina as pessoas que moram no interior”, reflete.

Inconformado de não poder trabalhar nesta quarta, Barth foi até a sede da RGE para pedir soluções. A central de atendimento já estava fechada, mas um funcionário o atendeu pela grade do portão. O trabalhador da concessionária disse que haviam outros casos de maior urgência, como pessoas idosas sem luz, por exemplo, mas que tentaria resolver a situação do estabelecimento e chegou a cogitar acionar uma equipe técnica de Venâncio Aires. O empresário disse que estima um prejuízo de 50kg de peixe.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

5 Comentários

  1. Entenderam o motivo de PRIVATIZAÇÃO ser o pior negócio para todos?
    Se fosse a CEEE isso não teria acontecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui