Após Natal, média de atendimentos diários em unidades de saúde salta para 22 mil

Decisão de cancelar a vacinação contra a covid-19 em farmácias da Capital tem como objetivo evitar aglomeração


0
Foto: Divulgação

Desde o final de dezembro, após as comemorações de Natal, as unidades de saúde da Capital apresentaram aumento acentuado nos atendimentos, passando de 18 mil para 22 mil pacientes, em média, por dia.

Com falta de testes para covid-19 em algumas farmácias, pessoas que apresentam sintomas gripais estão recorrendo a postos de saúde e prontos-atendimentos para fazer o exame. Com 132 unidades de saúde, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registra o crescimento de 4 mil atendimentos diários. Para a diretora de Atenção Primária à Saúde da SMS, Caroline Schirmer, a corrida por testes para covid-19 verificada no início da semana em farmácias pode ter desencadeado um efeito cascata nas unidades do município, que contam com exames para diagnóstico do coronavírus. “Houve aumento dos atendimentos.

O percentual de pacientes sintomáticos aumentou em 50%”, afirma. Apesar da alta por atendimentos em unidades de saúde, ela explica que a maioria dos pacientes apresenta sintomas leves. “Mesmo assim eles ficam preocupados. Isso gera maior procura por testes, porque querem verificar se é covid-19”, relata. Em geral, os pacientes apresentam quadros leves, como dor de cabeça, tosse, coriza. “É bem diferente do que vivemos em março do ano passado, principalmente de função respiratória, quando havia necessidade de oxigênio”, compara.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui