Após quase um ano em casa, idosos terão que passar por período de readaptação para voltar ao convívio social, alerta médico

O médico da família Carlos Sandro Dorneles fala sobre os prejuízos causados pela pandemia aos idosos e o início da vacinação.


0
Carlos Sandro Dorneles, médico da família (Foto: Rodrigo Gallas)

Após quase um ano em casa, idosos terão que passar por período de readaptação para voltar ao convívio social, alerta o médico da família Carlos Sandro Dorneles. “Muitos deles estão saindo apenas de casa agora para se vacinar”, comenta. Segundo Dorneles, há idosos que tinham uma vida social muito ativa, com encontros da terceira idade, visitas e viagens. Com a pandemia, alguns nem a família viam periodicamente.

Dorneles explica que este isolamento social trouxe diversos prejuízos à população idosa, como depressão pela falta dos entes queridos, ou até mesmo de locomoção. Sem realizar exercícios periodicamente, houve definhamento muscular em alguns casos, relata.


ouça a entrevista

 


 

Lajeado tem 8 mil idosos — pessoas com mais de 60 anos de idade. O equivalente a cerca de 10% da população do município. “É uma parcela importante da população, é o grupo que mais está na UTI”, comenta o médico ao ressaltar que os idosos deveriam ter ainda mais prioridade na vacinação contra a Covid.

Neste sentido, Dorneles relata que há “muitos” profissionais da saúde — primeiro grupo a ser vacinado — que não estavam trabalhando na linha de frente do combate à doença, mas mesmo assim receberam o imunizante. “É preciso ter bom senso.”

400 idosos vacinados em Lajeado

A vacinação em Lajeado iniciou na manhã da última terça-feira, às 7h30, na Central de Vacinas, localizada junto ao Centro de Saúde Montanha. Ao todo, o município recebeu 1,2 mil doses que têm como público alvo idosos com mais de 85 e profissionais da área da saúde. Até o momento, foram distribuídas 400 doses do imunizante ao novo grupo contemplado com o imunizante.

Texto: Rodrigo Gallas
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui