Após sair do sistema prisional, homem mata ex-companheira e comete suicídio, em Estrela

O comandante tenente coronel, João Ailton Iaruchewski afirma que a Brigada Militar não foi avisada da soltura do acusado, e a Patrulha Maria da Penha fazia regularmente visitas a mulher


0
Foto: Ilustrativa

Um feminicídio seguido de suicídio foi registrado no final da manhã deste sábado (2), no interior de Estrela.

Informações da Brigada Militar e Polícia Civil dão conta de que um homem de 49 anos foi até a casa da ex-companheira, na Estrada Jacob Mallmann, e executou a mulher  de 51 anos com golpes de faca. Conforme a Polícia, após praticar o crime, o sujeito cometeu suicídio, se enforcando nas proximidades da casa.

Segundo a Brigada Militar, o indivíduo recebeu alvará de soltura na noite desta sexta-feira (1), pois estava preso desde junho por descumprir medidas protetivas relacionadas a Lei Maria da Penha.

O comandante tenente coronel, João Ailton Iaruchewski, afirma que a Brigada Militar não foi avisada da soltura do acusado, e a Patrulha Maria da Penha fazia regularmente visitas a mulher.

A Polícia Civil foi acionada e passa a investigar o caso. O Instituto-Geral de Perícias também foi chamado para realizar os levantamentos necessários no local do crime. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui