“Aqui é um Vale de oportunidades”, afirma sócio gestor da Centec Tacógrafos

Apresentador Adil César conversa com Carlos Eduardo Mezacasa, o Tagão.


0
Carlos Eduardo Mezacasa, o Tagão (Foto: Tiago Silva)

Na edição do programa Arte de Empreender deste sábado (6), o apresentador Adil César conversa com Carlos Eduardo Mezacasa, o Tagão. Ele é sócio gestor da Centec Tacógrafos.

Tagão falou sobre sua vida, carreira e trajetória como empreendedor. Ele se descreve como um cara simples e sociável no dia a dia. Para o gestor, “aqui é um Vale de oportunidades”.

Em sua profissão, Tagão destaca que “o tacógrafo é uma arma muito poderosa para prevenir algumas situações”. Ele observa que auxilia o trabalho tanto do empregador como do empregado, na estrada.


ouça a entrevista


Como você lida com o período de férias do trabalho?

com Tamara Bischoff

Estamos no auge do verão, o período mais tradicional de férias dos brasileiros. É quando a maioria dos trabalhadores aproveita os tão sonhados dias de descanso do trabalho, a mudança na rotina, com menos imposição de atividades e horários. Ficar em casa, dormir até mais tarde, cozinhar, ler, assistir TV, brincar com os filhos, viajar, ou apenas ficar sem fazer nada. Quando o tema é férias, nem todo mundo lida com o período da mesma forma.


ouça o quadro “postura profissional”

 


Tem os apaixonados, que alimentam uma alta expectativa para o período e que experimentam uma espécie de depressão na hora de retornar ao trabalho; tem os que curtem os dias fora da empresa mas também se empolgam para voltar; e há um grupo para o qual o recesso do trabalho vem como uma espécie de tortura. Por que isso acontece? Porque não são todas as pessoas que curtem momentos ociosos.

Tamara Bischoff, jornalista e psicóloga

Às vezes, o fato de não conseguir se desligar das atividades profissionais pode ser causado pela dificuldade em viver sem trabalhar, talvez por entender que a única maneira de ser alguém e fazer diferença no mundo é pela via do trabalho.

Tem ainda aquela insegurança que se abate sobre alguns, o medo de que sua ausência na empresa não seja sentida. Para esses, a dificuldade de relaxar é maior, e pode ser que tentem se fazer presentes de alguma forma, então ficam verificando o celular o tempo todo pra estar por dentro do que acontece.

É possível que os mais ansiosos busquem ocupar as férias com muitas atividades, não deixando espaço algum para o vazio. Nesse grupo, tem os que aproveitam para resolver todas as pendências possíveis, limpar e organizar a casa, fazer exames médicos, participar de um curso, fazer uma viagem com um roteiro intenso de atividades.

A questão é que por mais que se saiba dos benefícios do ócio para nossa saúde, parar pode ser assustador, porque dá margem para observarmos questões que não têm espaço na correria do cotidiano. Correr e se ocupar demais é também uma maneira de não se encontrar, de não se pensar e não deixar lugar para o vácuo.

Então, se você ainda não tirou férias, procure não criar expectativas demais, para não ter a obrigação de alcançá-las. Tente se escutar, fazer aquilo que lhe dá prazer, sem se comparar com os amigos das redes sociais. A melhor maneira de descansar e recarregar as energias para o ano que inicia é a sua.


Como aumentar as vendas e ser estratégico nas ações de marketing 

com Soraia Gerhardt

Pensando em trazer dicas para aumentar as vendas e ser estratégico nas ações de marketing desde o início de 2021, apresento algumas dicas bem interessantes para você empreendedor. Marketing é uma palavra mágica, essencial para a sobrevivência de qualquer empresa. Todo mundo já ouviu que a “propaganda é a alma do negócio”, mas nem todo o empreendedor, especialmente o iniciante, sabe identificar o melhor meio ou plataforma de marketing que irá aumentar a rentabilidade da empresa, estimular novos negócios e gerar novas oportunidades.


ouça o quadro “ferramentas de gestão”

 


Considerando que o mercado atual está cada vez mais competitivo e, consequentemente, em decorrência da rápida disseminação de informações nas mídias sociais, os clientes são cada vez mais bem informados e exigentes.

Hoje, mais que nunca, é quase uma obrigação do empreendedor ficar antenado para as novas ferramentas que irão ajudar a manter seus clientes antigos e encontrar seus novos clientes. Entretanto, a tendência de alguns empreendedores, muitas vezes, é pensar que o marketing para pequenas empresas é diferente do marketing para grandes empresas. Na verdade não. A única diferença é apenas o montante de orçamento que um e outro irão destinar as atividades de marketing. Tudo depende do recurso disponível para investir na ferramenta mais apropriada. Ou seja, ferramentas que façam com que a empresa desenvolva um canal de comunicação eficiente com os seus diversos públicos.

Soraia Gerhardt, analista de Relacionamento do Sebrae Lajeado

Outra espécie de equívoco por parte do pequeno empreendedor, por se ver sempre com um orçamento mais curto, é encarar o gasto com marketing como um gasto extra, ou “um dinheiro gasto a toa”. Muitas empresas e negócios, deixam de crescer por acreditar que marketing é um gasto, e não um investimento como qualquer outro. Um exemplo: Quando investimos nossas economias, sempre escolhemos o que nos parece mais rentável e precisamos de um determinado número de meses ou até mesmo anos para ter um retorno desse investimento. O marketing, tem a mesma lógica.

Antes de contratar uma empresa de marketing de qualquer natureza é muito importante que o empreendedor comece com um planejamento que consiste numa agenda de trabalho diária, semanal e mensal com tarefas básicas e objetivos a curto, médio e longo prazo.

Invista pelo menos 1h por dia do seu tempo acompanhando, tomando notas e otimizando o seu marketing tradicional ou digital. Procure saber das novidades de seus concorrentes, levante os custos de investimentos para essas novas modalidades de marketing.

Dicas de ouro

– Não centralize seu marketing no escritório. Utilize o seu smartphone para gravar vídeos para YouTube com sua equipe, mostrando seu produto ou serviço. Faça transmissões ao vivo, poste fotos e fomente a sua comunicação;

– Conheça o seu público-alvo de verdade (o que ele pensa, que sites ele acessa, o que faz quando não está comprando algo da sua empresa ou negócio);

– Defina objetivos práticos de marketing digital (nº de seguidores em “x” tempo, nº de acessos em cada página, quantas vendas precisa fazer para justificar o investimento);

– Pesquise seu público alvo: elabore questionários constantes de pesquisas de satisfação e leve em consideração cada opinião para melhorar a qualidade do serviço ou atendimento.

Gostou do assunto de hoje? Deseja aprofundar e entender mais sobre o assunto? Consulte o site do Sebrae ou venha em nossa unidade de Lajeado. Sabe onde estamos? Junto ao prédio da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), no centro da cidade. Será um prazer lhe atendê-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui