Arqueólogos encontram prensas de vinho de mais de 2.700 anos no Iraque

Equipamentos datam da era dos reis assírios e eram usados para espremer uvas e extrair o suco como parte da fabricação do vinho


0
Prensas de vinho de mais de 2.700 anos em sítio arqueológico no Iraque — Foto: AFP

Um grupo de exploradores encontrou prensas de vinho de mais de 2.700 anos em um sítio arqueológico do Iraque, a primeira do tipo nesta região, informaram os especialistas no domingo (24).

Os arqueólogos fazem parte de uma missão conjunta entre instituições da Itália e do Iraque que investigam sítios arqueológicos da época dos reis assírios (por volta de 700 a.C.).

Daniele Bonacossi, um dos pesquisadores italianos do grupo, disse em entrevista à France Presse que a descoberta aponta “proporções industriais” de produção de vinho. Nas proximidades da fábrica de vinhos, os arqueólogos também encontraram um antigo canal de irrigação com nove quilômetros de extensão.

Nas paredes do canal, descobriram “doze baixos-relevos monumentais” com cinco metros de largura e dois de altura, datados da mesma época. O Iraque representa o berço das civilizações da Suméria, Acádia, Babilônia e Assíria, inventores dos primeiros tipos de escrita e das primeiras cidades.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui