Um bom vendedor tem que saber conversar com as pessoas e atender bem, pontua proprietária da Mana Modas

O apresentador Ricardo Brunetto recebeu a Ângela Maria Martins da Rosa, proprietária da Mana Modas, no programa Arte de Empreender deste sábado


0
Foto: Tiago Silva

O programa Arte de Empreender deste sábado (24), com Ricardo Brunetto, recebeu a Ângela Maria Martins da Rosa, proprietária da Mana Modas. Ela contou que desde pequeno tinha como sonho e objetivo de vida trabalhar com vendas. Antes de iniciar nessa área, ela teve passagens por áreas diversas, como padaria e açougue.

Hoje, ela diz que a principal característica que um vendedor deve ter é gostar de pessoas. “Tem que saber conversar com as pessoas, atender bem”, ressalta. Mana argumenta que o cliente pode não comprar na primeira visita, mas se for bem atendido, vai se lembrar da boa experiência e retornar ao estabelecimento.

A empresária destaca que, com a pandemia, o comércio teve que se voltar cada vez mais para as plataformas digitais, um instrumento importante para complementar as vendas. A Mana Modas fica no Bairro Florestal, em Lajeado, e trabalha com moda feminina e masculina, nas linhas jovem e senhora, e grande variedade de peças.

VÍDEO: Assista ao programa na íntegra


Por que o domingo à noite tende a ser angustiante?

com Tamara Bischoff

Você já ouviu falar de depressão do domingo à noite? Pois na semana que passou, lancei esse tema no meu Instagram e ele rendeu diversos comentários. Pesquisas de nível mundial apontam que 60% dos adultos têm sintomas de ansiedade e depressão no domingo à noite, o que, em geral, estaria associado à relação das pessoas com seu trabalho. É bem possível que um grande número de trabalhadores esteja infeliz em sua atividade profissional, mas não sei se essa explicação, um tanto óbvia, é suficiente para justificar um dado tão relevante. Então o que poderia estar por trás dessa angústia que antecede a segunda-feira?


ouça o quadro “postura profissional”

 


Tamara Bischoff, jornalista e psicóloga

Talvez o que o domingo à noite provoque seja um sentimento muito semelhante àquele despertado no fim do ano, característico do encerramento de um ciclo. Esse aperto no peito, difícil de nomear, pode estar encobrindo aquela avalanche de deveres a que estamos submetidos, ainda que imaginariamente. É como se no domingo eu pudesse ser um pouco criança e o raiar do próximo dia me obrigasse a virar adulto, com todas as exigências que isso acarreta. Se é assim, nos preocupamos antecipadamente com o tanto de responsabilidade que virá e, avessos ao ritmo acelerado imposto pelos imperativos de produtividade e felicidade, nos deprimimos.

Que possibilidades teríamos, então, de agir diferente, de combater essa sensação ruim? Antes de mais nada, eu diria que é preciso tentar entender o que sentimos, de forma muito particular, sem se comparar aos demais. Os sintomas estão aí para nos dizer algo, mas é preciso que estejamos dispostos a escutá-los. Procure primeiro se conhecer, para depois buscar as mudanças que deseja. Para nos auxiliar poeticamente com essa reflexão, finalizo com uma frase de Clarice Lispector. “Todas as manhãs, ela deixa os sonhos na cama, acorda e põe sua roupa de viver.”


Pensar, avaliar, planejar e agir

com Soraia Gerhardt

Nos últimos sábados, venho apresentando as consultorias que contemplam o Plano de Alavancagem Sebrae. Esse plano foi criado diante das pesquisas que o SebraeRS realiza com as MPE desde o início da pandemia, também estamos com uma grande demanda sobre os assuntos de marketing digital, capital de giro, custos, crédito e planejamento empresarial. Por esse motivo, as consultorias do plano de alavancagem foram selecionadas para atender essas demandas.


ouça o quadro “ferramentas de gestão”

 


É importante ressaltar a necessidade de avaliar a empresa, forma de atuação, quem são os clientes, o que eles precisam e quais são as possibilidades de parceria que o meu negócio pode articular, é agora! Sempre existiu essa necessidade, mas agora está muito mais evidente que é necessário pensar, avaliar, planejar e agir.

Soraia Gerhardt analista de Relacionamento do Sebrae Lajeado

Para aqueles que desejam identificar oportunidades no seu modelo de negócio, nós temos uma consultoria para te ajudar.

A consultoria online de Modelagem de negócios, vai auxiliar a você entender o momento da empresa, avaliar oportunidades de negócios nos produtos e serviços

A consultoria tem a carga horária: 8 horas divididas em 4 encontros de 2 horas.

Em cada encontro, será abordado itens extremamente importantes para o negócio.

Você terá o atendimento de um especialista no assunto e por um preço muito acessível, o Sebrae está subsidiando 90% do valor. Esse subsídio tem o objetivo de proporcionar a oportunidade para as MPE contratarem uma consultoria com especialista no assunto.

O investimento total para essa consultoria será de R$ 96,00, isso mesmo, R$ 96,00.

Já pensou em fazer uma consultoria com especialista?

Mande uma WhatsApp para o telefone (51) 3710-1697 e faça já essa consultoria e melhore seus resultados.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui