Assembleia deve votar nesta semana auxílio emergencial gaúcho

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h


0
Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa deverá votar nesta terça-feira o projeto do governo do Estado que estabelece auxílio emergencial no âmbito do Estado. A proposta foi apresentada há duas semanas pelo governo e, por acordo de líderes, teve a tramitação acelerada. A iniciativa tem duas frentes: dar apoio à atividade econômica mais impactada, segundo o governo, com as restrições, e a proteção social, por meio de ajuda às famílias chefiadas por mulheres e não atendidas por outros projetos. O auxílio emergencial ao todo deve repassar R$ 130 milhões, sendo R$ 100 milhões para auxílio e R$ 30 milhões para projetos de cultura, assistência social e esporte. A previsão do Executivo é garantir o crédito aos beneficiários entre 30 e 45 dias. O projeto foi protocolado na semana passada e teve a tramitação acelerada por acordo de líderes. Fonte: Correio do Povo

Brasil aplicou ao menos uma dose de vacina em mais de 19,4 milhões

O governo de São Paulo começa nesta segunda-feira (5) a vacinação das equipes de segurança pública e administração penitenciária contra a Covid-19 em todo o estado. A expectativa é a de vacinar 180 mil profissionais da área. O plano de vacinação inclui os policiais federais que atuam em São Paulo, policiais militares, civis, bombeiros, da Polícia Científica, agentes de segurança e de escolta penitenciária, e guardas civis metropolitanos municipais. Na sexta-feira (2) teve início a vacinação de idosos de 68 anos e de trabalhadores do serviço funerário no estado de São Paulo. Em todo o Brasil, são 24.864.037 doses aplicadas até agora. Quase 19,5 milhões de pessoas receberam a primeira dose. Fonte: G1

Brasil chega a 331,5 mil mortes por Covid e se aproxima de 13 milhões de casos

Enquanto o país vai vacinando a passos lentos, a doença segue fazendo vítimas. No domingo, o Brasil havia registrado 1.233 mortes por Covid nas últimas 24 horas, totalizando 331.530. A média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias ficou em 2.747. Já são 74 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de mil, 19 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia, e o nono dia com a média acima da marca de 2,5 mil. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 12.983.560 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 30.939 desses confirmados no último dia. Fonte: G1

Covid-19: Nunes Marques decide que estados e municípios não podem proibir cultos e missas

É aguardada uma manifestação do presidente do Supremo, ministro Luiz Fux, sobre a decisão do ministro Nunes Marques que proibiu estados e municípios a suspenderem eventos religiosos presenciais durante a pandemia. Esse tipo de medida foi adotado para tentar frear a alta de contágios da doença. A decisão individual de Nunes Marques, tomada na véspera da Páscoa, liberou cultos e missas em todo o país. O ministro concedeu a liminar após um pedido da Associação Nacional de Juristas Evangélicos. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, entrou com recurso para tentar reverter a decisão. No fim de semana, ele chegou a postar em uma rede social que não iria acatar a liminar, o que fez o ministro Nunes Marques intimá-lo a cumprir a decisão. Kalil recuou após receber a notificação e afirmou que ‘ordem judicial se cumpre’. Fonte: G1

Pelo menos 83 concursos públicos estão com inscrições abertas em todo país

Pelo menos 83 concursos públicos estão com inscrições abertas no país nesta segunda-feira (5). São mais de 4,3 mil vagas em disputa. Há cargos disponíveis para todos os níveis de escolaridade. Além de vagas para preenchimento após o término do processo seletivo, há oportunidades para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. Fonte: G1

Governo do RS amplia ocupação em missas e cultos para 25% da capacidade do local

Para adaptar os protocolos estaduais à decisão liminar do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), o governo do Estado publicou um novo decreto neste domingo (4) ampliando a taxa de ocupação de igrejas e templos no Rio Grande do Sul. Até então, a regra na bandeira preta no Rio Grande do Sul era de lotação máxima de 10% de público, limitado a 30 pessoas, e na bandeira vermelha, limitado a 10% do público ou 30 pessoas, o que fosse maior. Agora, o Decreto 55.820 amplia o limite para 25% da capacidade do local para bandeira preta e vermelha. A liminar do ministro, publicada no sábado (3/4), determina que Estados, municípios e Distrito Federal não podem editar normas de combate à pandemia do novo coronavírus que proíbam completamente celebrações religiosas presenciais, como cultos e missas, e que os protocolos sanitários de prevenção, relativos à limitação de presença, não podem ser inferiores a 25% da capacidade. Além do limite de ocupação, o decreto do Rio Grande do Sul mantém como regras o uso obrigatório e correto de máscara cobrindo boca e nariz, sempre e por todos os presentes; proíbe o consumo de alimentos e bebidas, exceto o estritamente necessário para a realização do ritual ou celebração (por exemplo, comunhão, recolocando a máscara imediatamente depois); ocupação intercalada de assentos, de forma espaçada e modo alternado entre as fileiras de cadeiras ou bancos, respeitando distanciamento mínimo de 1 metro entre pessoas ou grupos de coabitantes. O decreto ainda determina a obrigatoriedade de higienização das mãos, dos banheiros e das superfícies de toque com álcool 70% ou solução sanitizante de efeito similar e a ventilação cruzada (janelas e portas abertas) ou sistema de renovação de ar. AI/RS

Nova Bréscia e Cruzeiro vacinam primeiros profissionais da Brigada Militar da região

O sábado (3) marcou o início da vacinação dos profissionais da área da segurança no Vale do Taquari contra a Covid-19, autorizada esta semana pelo Governo do RS. Segundo a Brigada Militar, pelo menos, nove profissionais receberam a primeira dose do imunizante pela manhã. Em Nova Bréscia, quatro policiais foram vacinados e em Cruzeiro do Sul, outros cinco. Outros municípios deverão realizar a vacinação desses profissionais nos próximos dias. O Governo do Estado repassou 675 doses de AstraZeneca para profissionais da segurança e salvamento da área de abrangência da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde. Lajeado, que recebeu 255 dessas doses, realizará a vacinação da categoria na próxima segunda-feira, no Posto de Saúde do Centro, das 7h45 às 11h e das 12h30 às 16h. A imunização está sendo ampliada para os profissionais de forças de segurança e salvamento e das forças armadas (Policiais Civis, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros Militar do RS, Polícia Rodoviária Federal, Susepe, Guardas Municipais). RS

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: ao meio-dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui