Assembleia Legislativa do RS aprova cassação de Ruy Irigaray

Deputado eleito pelo PSL respondia por desvio de função de assessores, que teriam trabalhado na reforma da casa de sua sogra. Irigaray afirmou que Assembleia 'foi induzida ao erro'


0
Foto: Joel Vargas/Agência ALRS

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul decidiu, nesta terça-feira (22), pela cassação do mandato do deputado estadual Ruy Irigaray (União Brasil), que respondia pelo suposto desvio de função de servidores do gabinete para obras na casa de sua sogra. Ao todo, foram 45 votos favoráveis à perda do cargo e três contrários; sete não votaram. Veja abaixo a posição de cada deputado.

Irigaray usou de seu tempo em plenário para se defender. O deputado afirmou que o imóvel em questão foi utilizado para trabalho durante a pandemia.

“Eu, com o dinheiro do meu próprio bolso, utilizei de um imóvel na Zona Sul de Porto Alegre, no qual meus assessores trabalharam lá, de forma parlamentar”, argumentou. A cassação do deputado vai ser publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (23). Com isso, o político ficará inelegível por oito anos. Eram suficientes 28 votos para cassar o mandato de Irigaray. Antes da votação em plenário, a Comissão de Ética e a Comissão de Constituição e Justiça já haviam dado parecer favorável à cassação do político. Uma reportagem da RBS TV exibida no Fantástico, da TV Globo, expôs o caso no início de 2021.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui