Associação dos Municípios do Vale do Taquari completa 58 anos

Entidade conta com 36 municípios filiados e tem sua sede administrativa em Estrela.

0

Fundada em 4 de novembro de 1961, a Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) completa 58 anos, formada por 36 municípios. A assembleia de fundação foi realizada na Câmara de Vereadores de Encantado, quando os prefeitos e representantes dos municípios presentes — Encantado, Lajeado, Arroio do Meio, Bom Retiro do Sul, Estrela, Muçum e Roca Sales — aprovaram o estatuto e elegeram por unanimidade como primeiro presidente da então “Comissão Executiva” o prefeito daquele município, Francisco Borsatto Filho.

Chamada “Associação dos Municípios do Alto Taquari”, posteriormente a Amvat teve alterada a denominação para Associação dos Municípios do Vale do Taquari. Uma das primeiras demandas, conforme registros na ata de fundação, foi uma proposição no sentido de “padronização dos impostos municipais”, o que seria discutido num segundo encontro dos chefes dos Executivos municipais, depois de levantamento que seria feito em todas as prefeituras. Outro tema debatido “longamente”, conforme registro, foi a respeito da suinocultura.

Até o ano 2000, a administração da entidade era feita na cidade do prefeito que a presidia. Em 2001, a sede administrativa foi transferida para as dependências da Univates, que cedeu espaço, estreitando-se a parceria da Amvat com as instituições e
com entidades regionais como o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) e outras. Desde 2010 tem sua sede em Estrela, em prédio cedido pelo município, com espaços adequados para a realização de suas atividades, reuniões e assembleias gerais.

Ao longo dos anos, a associação teve papel importante na defesa dos interesses do Vale. Em 2009, por exemplo, a partir de mobilização iniciada na entidade, que contou com apoio de demais organizações regionais, foram garantidos recursos para a duplicação da BR-386, trecho de 33 quilômetros entre Tabaí e Estrela. Depois de intensa movimentação e pressão política, foram garantidos, por meio de emenda da bancada federal gaúcha, os recursos necessários para o início das obras, que ocorreu em novembro de 2010.

Atualmente, a Amvat é presidida pelo prefeito de Teutônia, Jonatan Brönstrup. “A Amvat é uma entidade que congrega os verdadeiros desafios do Vale”, diz Brönstrup, destacando a importância do trabalho de todos os presidentes e demais prefeitos em defesa dos interesses regionais. “Um Vale forte se faz com municípios fortes, com entidades fortes, com parcerias com entidades e instituições representativas como Codevat, CIC-VT e tantas outras”, enfatiza Brönstrup.

Neste ano, segundo ele, houve diversos e importantes debates relacionados à energia e telefonia, mas também questões como educação, saúde, segurança, produção primária e turismo, importantes para as comunidades como um todo. AI/RC

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui