Pesquisa diz que em abril 14,4% das indústrias paralisaram atividades

Segundo o secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, houve redução significativa em todos os índices de criminalidade.


0
Foto: REUTERS/Roosevelt Cassio/Direitos reservados19/03/2020 REUTERS/Roosevelt Cassio

Pesquisa diz que em abril 14,4% das indústrias paralisaram atividades

O percentual de indústrias de transformação que paralisaram suas atividades em abril chegou a 14,4%. O aumento é de 10,2 pontos percentuais em relação a março deste ano e de 11,5 pontos percentuais em relação à média dos meses de abril. Os dados, divulgados hoje (14) no Rio de Janeiro, são da Fundação Getulio Vargas (FGV). As principais cidades iniciaram medidas de isolamento social em meados de março devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Entre os setores mais afetados por paralisações em abril, destacam-se veículos automotores (59,5%), couros e calçados (38,9%) e vestuário (34,1%). Fonte: Agência Brasil


OUÇA O PROGRAMA 


Ataques a banco no RS caem 90% em abril e atingem o menor nível da série histórica

A combinação entre a necessária política de distanciamento social contra a propagação da Covid-19 e a manutenção integral do trabalho das forças da Secretaria da Segurança Pública (SSP) fez o Estado atingir novos recordes na redução de indicadores criminais. Em abril, com menos circulação de pessoas e a permanência das polícias nas ruas, houve queda de 90% nos ataques a banco no RS na comparação com o mesmo mês do ano passado. Segundo o secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, houve redução significativa em todos os índices de criminalidade. O levantamento mostra que ocorreu apenas um caso, um furto cometido em Canoas no dia 5 de abril, enquanto em igual período de 2019 foram registradas 10 ocorrências contra estabelecimentos bancários, na soma entre furtos e roubos. Fonte: Portal do Governo do RS

Estado atua como mediador no que se refere a suspensão temporária do trabalho de frigoríficos em Lajeado

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse na live desta quinta-feira (14), que o governo está atuando como mediador e intermediário, para buscar estabelecer a conciliação entre as partes, no que diz respeito a suspensão dos trabalhos de dois grandes frigoríficos de Lajeado. Isso, porque segundo ele, o assunto já está judicializado com envolvimento de Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Estadual. Ainda segundo Leite, é importante que haja colaboração e disponibilidade das empresas de atender a todos os requisitos e protocolos, e também apresentar com clarezas as informações aos processos. RC

 

Teutônia registra R$ 14milhões em prejuízo da estiagem e entra em situação de emergência

Governo Estadual publicou no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14) a homologação da situação de emergência de Teutônia em função da estiagem. Devido a pouca quantidade de chuvas, especialmente nos meses de novembro, janeiro, fevereiro e março, que ficou abaixo da média histórica, Teutônia teve perda estimada de R$ 14.201.319,00 na safra 2019/2020. A homologação do decreto de situação de emergência por parte do Estado permite ao município, principalmente aos produtores rurais, a busca por recursos e condições especiais de auxílio para recuperação das perdas. AI / GH

Depois de quarentena rigorosa, Portugal inicia desconfinamento ‘preocupado’

Portugal, país que se destacou pela disciplina na quarentena, agora terá de lidar com o processo de “desconfinamento”. O desafio é reativar a economia e a rotina dos portugueses sem provocar uma nova onda de transmissão do novo coronavírus. Por isso, o país aposta novamente na cautela. O Estado de Emergência não vigora desde o dia 2 de maio, mas deu lugar ao Estado de Calamidade, para que o governo possa “puxar o freio”, caso a situação volte a piorar. No mais recente levantamento divulgado pelo ministério da Saúde, o país registrou um total de 1.163 mortes e 27.913 casos de covid-19. Fonte: G1

Lajeado tem 11ª morte por Covid-19 nesta quinta-feira

Uma idosa de Lajeado, de 83 anos, é a 11ª vítima de Covid-19 no município. Ela faleceu nesta quinta-feira (14). A mulher estava internada em um hospital de Passo Fundo a pedido da família, que mora na região. No Vale do Taquari são 15 falecimentos em decorrência da doença até a tarde desta quinta-feira: 11 com moradores de Lajeado, dois Cruzeiro do Sul, um Roca Sales e outro Estrela.

Decreto permite reabertura de shoppings no RS; Lajeado não será beneficiado por conta da bandeira vermelha

Os shoppings das 20 regiões gaúchas identificadas com as bandeiras amarela e laranja poderão reabrir a partir desta quinta-feira, conforme portaria publicada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) hoje. Os estabelecimentos deverão cumprir os protocolos de segurança e requisitos do Plano de Distanciamento Controlado. A flexibilização restringe, no entanto, a abertura de áreas de recreação, cinemas, teatros, bares e pubs, assim como a utilização de provadores de roupa em lojas, serviços de buffet de restaurantes e lancherias. Em Lajeado, identificado com a bandeira vermelha, é o único do estado a não ser beneficiado pela flexibilização nesta semana. Fonte: Correio do Povo

Produção e apresentação: Gabriela Hautrive
Próxima edição: amanhã às 8h;

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui