Atendimentos estáveis, internações e taxa de positividade em queda possibilitam normalização no Atendimento 24 Horas do HBB

A grande maioria dos pacientes suspeitos por quadro respiratório não são por coronavírus, confirma o coordenador da Emergência do hospital, André Weber


0
Coordenador da Emergência do hospital, André Weber (Foto: Tiago Silva)

Desde o dia 9 de outubro, o fluxo do Atendimento 24 horas do Hospital Bruno Born (HBB), de Lajeado, está normalizado, não existindo mais portas de entrada exclusivas para pacientes infectados pela covid-19. Os pacientes com sintomas gripais serão separados na sala de espera. Atendimentos estáveis, internações em queda e testagens não confirmando covid-19 possibilitaram a normalização no atendimento.

“Tivemos essa mudança na entrada basicamente por analisarmos os nossos dados e vermos que nos últimos meses, os atendimentos estão estáveis, com tendência de queda não muito grande em atendimentos. Porém, nós vimos que, nas testagens, que os pacientes suspeitos não estão confirmando, num índice bem menor do que era antes. E o número de internações vem diminuindo. A grande maioria dos pacientes suspeitos por quadro respiratório não são por coronavírus”, detalha o coordenador da Emergência do hospital, o médico André Weber.

Conforme ele, no período entre fevereiro e março deste ano, no pico de casos de covid-19, o HBB teve pelo menos 80% mais atendimentos do que registra atualmente.

“Mas a gente tem que lembrar que tivemos vários períodos de atendimentos em que o hospital esteve reservado para casos graves. Os casos leves, a gente tirou do hospital e reservou. O nosso número é difícil de comparar hoje, em que a gente voltou a atender casos leves. Voltamos a ter uma demanda espontânea. Naquela época tinha uma triagem e os casos leves não ficavam”, recorda.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui