Atleta teutoniense busca qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Jaqueline Weber enfrenta maratona de treinamentos e competições.

0

A entrevistada do Papos de Mulher deste sábado (18) foi a atleta teutoniense Jaqueline Beatriz Weber. Ela busca qualificação para os Jogos Olímpicos 2020, que serão realizado em Tóquio, no Japão. Para isso, ela encara uma maratona de treinamentos e competições em busca dos índices necessários para ficar entre os 45 melhores do mundo em sua modalidade, o meio-fundo de 800m.

Em maio, participará do troféu Brasil em Porto Alegre. A competição volta a capital dos gaúchos após 30 anos. Segundo Jaqueline, esta é a principal competição de atletismo da América Latina. Após, competirá no GP Brasil.”Todas essas competições somam pontos conforme o nosso rendimento. Dessa forma que vamos buscar a qualificação para os Jogos Olímpicos”, explica.

É um ano muito esperado. É um ano sempre muito visado por todos atletas que trabalham em alto rendimento. Se deus quiser, vamos fazer história!”

Treinamento

A atleta vem uma vez por semana para Lajeado treinar na pista de atletismo da Univates. “É uma pista de primeiro mundo, que poderia, incluisive, sediar competições internacionais”, destaca.

Ela explica que os treinos são muito rápidos, com duração de cerca de 20 minutos com o aquecimento, mas ao mesmo tempo são “muito intensos. A gente acaba vomitando as vezes”, relata.

O início

A partir dos 10 anos de idade, Jaque Weber já começava a despontar nos circuitos escolares do Rio Grande do Sul. Aos 17 anos, recebeu convites dos dois maiores polos de atletismo no Estado: a Sogipa, de Porto Alegre e a Unisc, de Santa Cruz do Sul.

Na época, a modalidade era coordenada na universidade sul santa-cruzense por Jorge Peçanha, pai e treinador do maior atleta gaúcho da modalidade, Fabiano Peçanha – atualmente treinador e namorado de Jaqueline.

O atleta era especialista em provas de meio-fundo (800m e 1500m), ídolo e referência no país. Como competia nas mesmas distâncias, Jaque Weber recebeu uma bolsa de estudos na Unisc e acabou se mudando para Santa Cruz do Sul.

Desde então, a sua carreira deslanchou. A atleta se especializou em provas de pista que misturam velocidade com resistência. Elas ocorrem em diversos lugares, tanto no Rio Grande do Sul, quanto em São Paulo, Rio de Janeiro ou no exterior, em países sul americanos, como Chile, Uruguai, Peru, e também na Europa.

“Tudo que o atletismo me proporcionou eu não teria como conseguir de outra forma”, destaca Jaqueline se referindo as conquistas fora das pistas, entre elas: formação no Ensino Superior, conhecer cerca de dez países e vários estados do Brasil e inspirar jovens. RG

Veja a entrevista

Papos de Mulher – 18/01/2020

Acompanhe AO VIVO o programa Papos de Mulher, com Aline Silva.No entrevista deste sábado (18), vamos conversar com a atleta teutoniense Jaqueline Beatriz Weber, que conta sua rotina de treinos e a expectativa para os Jogos Olímpicos, em 2020.

Posted by Rádio Independente on Saturday, January 18, 2020

 


Brasileiro desenvolve aplicativo que ajuda na baliza; veja como funciona

Foto: Baliza Fácil

com Natalia Ribeiro.

Quem já fez as provas para tirar sua primeira habilitação sabe que a baliza é a principal vilã do processo e é algo que persiste mesmo com motoristas mais experientes. De acordo com o DetranSP, uma em cada três pessoas reprova justamente por causa deste exercício, que requer técnica e total controle do veículo, além de um bom senso de posicionamento.
Pensando na solução para milhares de pessoas que não conseguem estacionar facilmente, o engenheiro eletrônico e aeronáutico Sérgio Miranda criou o Baliza Fácil, aplicativo que auxilia o condutor por meio de sensores e comandos de voz.

O programa funciona com um único sensor, instalado na capinha do parafuso de uma das rodas. O aplicativo interage com ele e, por meio de comandos de voz, orienta quais movimentos o condutor deve realizar para estacionar o seu carro de modo seguro e preciso. O sistema terá um custo similar ao da instalação de um sensor de estacionamento.

Todos os elementos já foram desenvolvidos em parceria com o Edital da Inovação do SENAI, que aportou R$ 300 mil no projeto. Agora o aplicativo está na fase de ajustes finais para liberação dos lotes para produção. Uma campanha de financiamento coletivo será lançada em breve e quem participar da ação assegurará um pacote do Baliza Fácil na primeira leva, cujas entregas serão iniciadas a partir de junho.

Fonte: CanalTech


 

Na Cozinha: Bolo de aipim de liquidificador

Foto: Divulgação
com Daniel Bortolini
Ingredientes:
– 500g de aipim cozido
– 500ml de leite
– 4 ovos
– 1 xícara (chá) de açúcar
– 2 colheres (sopa) de manteiga
– 5 colheres (sopa) de farinha de trigo
– 1 caixa de leite condensado
– 1 pacote de coco ralado úmido
– Margarina para untar
Preparo:
Retire os fiapos do aipim. Bata todos os ingredientes no liquidificador e transfira para uma forma untada com margarina. Leve ao forno preaquecido a 190°C por aproximadamente 30 minutos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui