Autoridade descarta acordo com não-vacinados no Aberto da Austrália

Entre os que se recusam a revelar sua situação vacinal está Djokovic


0
Foto: Reprodução

O estado australiano de Vitória não fará acordos especiais com atletas não-vacinados para que eles atuem em grandes eventos, disse o premiê estadual Daniel Andrews nesta terça-feira (19), colocando em dúvida a defesa do título de Novak Djokovic no Aberto da Austrália e sua busca por um recorde de Grand Slams.

Djokovic, número um do mundo que compartilha 20 títulos de Grand Slam com Roger Federer e Rafael Nadal, voltou a se recusar a revelar sua situação vacinal nesta semana e disse que não tem certeza de que defenderá sua coroa no Aberto da Austrália ao mesmo tempo em que as autoridades determinam restrições da covid-19 para o torneio.

O premiê de Vitória, Daniel Andrews, disse que é contra arranjos especiais para permitir que atletas não-vacinados compitam no Estado, que deve sediar o Grand Slam em Melbourne Park em janeiro.

Fonte: Agência Brasil

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui