Auxiliar de enfermagem aposentada trabalha como servente de pedreiro

"Trabalho no pesado não pelo dinheiro, mas para me manter ocupada e fazer exercícios", diz Maria Elena Klunk


0
Foto: Joel Alves

Após se aposentar como auxiliar de enfermagem Maria Elena Klunk (67) trabalhou em uma padaria, e há dois anos exerce a função de servente de pedreiro.

Maria acorda diariamente às 5h30, e depois de tratar os animais do sítio de seis hectares localizado na Barra da Forqueta, em Arroio do Meio, se desloca de bicicleta até o Bairro Campestre, em Lajeado, onde trabalha como servente de pedreiro.

Entre sua casa e o trabalho ela leva cerca de 35 minutos pedalando. Na bicicleta carrega seu café da manhã e o almoço. Ao voltar para o sítio onde mora tira leite das vacas, trata os animais e prepara a janta para o marido.

Questionada se escolheu trabalhar como servente de pedreiro pelo dinheiro ela responde: “Trabalho no pesado não pelo dinheiro, mas para me manter ocupada e fazer exercícios”, fala Maria.

Texto: Joel Alves

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui