Azul passa a permitir que comissários e pilotos deixem tatuagens e piercings à mostra

Em comunicado, a empresa anunciou atualizações para seu manual de uniformes e apresentação pessoal


0
Foto: Divulgação

Seguindo a tendência de outras companhias aéreas, a Azul anunciou, nesta sexta-feira (8), que pilotos e comissários de bordo não precisam mais esconder suas tatuagens e piercings. A empresa também liberou esses funcionários para que possam utilizar estilos de cabelo dos mais variados tipos e cores.

Além disso, foram atualizadas outras regras. Para maquiagens e esmaltes, por exemplo, a aérea informou que os funcionários agora podem optar por mais opções, conforme o estilo pessoal de cada um.

Já no embarque de voos domésticos, o uso do blazer pelos comissários de voo se tornou opcional. Antes era obrigatório durante embarque e desembarque.

Para os funcionários que trabalham em solo, nos aeroportos, a Azul passou a permitir o uso de tênis, bem como acessórios, incluindo piercing e tatuagens à mostra. O uso do lenço, adereço que faz parte do uniforme, passou a ser opcional.

Além dos anúncios feitos, a empresa informou que “um comitê foi criado para, constantemente, analisar novas possibilidade de tornar as orientações de apresentação pessoal mais agradável e confortável para os times envolvidos”.

Em maio, a empresa aérea britânica Virgin Atlantic realizou mudanças com relação à sua política de apresentação e anunciou que seus tripulantes com tatuagens poderão deixá-las à mostra enquanto utilizam o uniforme.

Fonte: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui