Banco Central da China declara ilegais todas as transações com criptomoedas

Bitcoin caiu quase 5% depois do anúncio, que representa uma intensificação da repressão sobre esse tipo de operação


0
Foto: Pixabay/Divulgação

O Banco Central da China decidiu nesta sexta-feira (24) que todas as transações financeiras com criptomoedas são ilegais, o que representa uma uma intensificação da repressão sobre esse tipo de operação e comércio.

“As atividades comerciais vinculadas a moedas virtuais são atividades financeiras ilegais”, anunciou o BC da China em um comunicado, que também afirma que isto “coloca em grave perigo os ativos das pessoas”.

O Bitcoin caiu quase 5%, para US$ 42.874, depois do anúncio do banco central da China, segundo a agência Reuters.

Com a medida, bolsas estrangeiras ficam proibidas de fornecer serviços relacionados a criptomoedas a investidores do continente via internet.

A cotação das criptomoedas, incluindo o bitcoin, registrou grandes flutuações nos últimos meses. Isso se deu, em parte, devido às regulamentações chinesas, que pretendem prevenir a especulação financeira e a lavagem de dinheiro.

Em maio, as autoridades chinesa já tinham proibido bancos e firmas de pagamento de fornecer serviços relacionados a transações de criptomoeda.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui