Banco de Alimentos da Ceasa-RS registra recorde mensal de doações

Excedente de produtos comercializados na Ceasa beneficiaram entidades e população de baixa renda.


0
Foto: ASCOM CEASA/DIVULGAÇÃO/JC

Apesar da queda nas vendas em decorrência da pandemia do coronavírus, a mão solidária de permissionários continuou estendida para o Banco de Alimentos da Ceasa-RS, em Porto Alegre. Em agosto, produtores e atacadistas doaram 82,5 toneladas de hortifrutigranjeiros para o programa social Prato Para Todos.

Conforme a coordenadora Rosandrea Vargas, esse é o maior volume deste ano até o momento e quase o dobro da quantidade de agosto de 2019 (43,7 toneladas). A direção da Ceasa agradeceu aos comerciantes por esse gesto humanitário de encaminhar o excedente de hortifrútis para o Banco de Alimentos.

Os produtos são lavados, selecionados e enviados semanalmente para instituições assistenciais, entidades comunitárias e para a população de baixa renda cadastrada no Prato Para Todos.

Do total de frutas, legumes e verduras recebidos em agosto, 35,2 toneladas foram para 91 instituições assistenciais, que beneficiam 29.478 pessoas; e 5,7 toneladas para 57 famílias, contemplando 226 pessoas. Parte das 41,2 toneladas restantes foi descartada por ser imprópria para consumo humano e outra parte enviada para alimentação de animais das fazendas terapêuticas que acolhem, tratam e recuperam dependentes químicos que atuam como voluntários no programa social.

O Banco de Alimentos também recebeu em agosto 426 quilos de alimentos não perecíveis da Emater-RS/Ascar, entregues para idosos que estão em isolamento social. Foram distribuídas 57 cestas básicas contendo 9 quilos de alimentos cada uma e outros 59 kits de produtos de higiene e limpeza doados pela Secretaria de Trabalho e Assistência Social.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui