Banrisul disponibiliza linha de crédito para antecipação do 13º salário aos servidores estaduais

Cliente deve ter cadastro atualizado e conta ativa.


1
Foto: Banrisul / Divulgação

O Banrisul anuncia a abertura da linha de crédito Antecipação do 13º Salário de 2020 para servidores públicos estaduais e pensionistas do Rio Grande do Sul, que possuam cadastro atualizado e conta ativa.

A contratação está programada para iniciar a partir do dia ‪14 de dezembro nos canais de autoatendimento (caixas eletrônicos, Home Banking e aplicativo Banrisul Digital), por meio da modalidade Crédito Servidor RS (acessando o menu Empréstimos > Demais empréstimos > Crédito Servidor RS). Nestes canais, a contratação poderá ocorrer nas 24h do dia, inclusive finais de semana e feriados. O processo de contratação é ágil e intuitivo, proporcionando conforto e praticidade na realização da operação.

Diante do atual cenário da pandemia, o Banrisul orienta que os clientes utilizem, preferencialmente, os canais digitais, que são seguros e favorecem a proteção de todos. No entanto, caso necessário, o servidor poderá optar pela contratação em qualquer agência da rede Banrisul, contando com atendimento e orientação da equipe de colaboradores do banco.

Para agendar o atendimento presencial na rede de agências, o Banrisul disponibiliza aos seus clientes o aplicativo Banrisul Digital e o site www.banrisul.com.br. O cliente pode acessar o app Banrisul Digital e escolher a opção “Agendamento de Atendimento” que está disponível na primeira tela de acesso em “Outros Serviços”. Caso o cliente opte por realizar o agendamento no site, deve clicar na opção “Agende seu Atendimento” na página principal do site.

Para os clientes que contratarem até ‪17 de dezembro, o valor será creditado em conta corrente no dia ‪18 de dezembro. De ‪18 de dezembro até ‪15 de janeiro de 2021, a operação permanecerá disponível para contratação e o crédito será realizado de forma imediata.

A decisão de tomar o empréstimo é do cliente, lastreado na antecipação dos recursos futuros que o mesmo tem para receber. É importante esclarecer que essa linha de crédito é uma relação direta entre o Banco e o cliente tomador do empréstimo, que se submete às políticas de risco e crédito do Banco.

Perguntas e respostas

Quando o Banco irá disponibilizar as linhas de crédito Servidor RS e Pensionista RS?

As linhas de crédito estarão disponíveis ‪de 14 de dezembro a 15 de janeiro de 2021. As operações aprovadas e realizadas no período ‪de 14 de dezembro a 17 de dezembro serão creditadas em conta no dia 18 de dezembro. As operações aprovadas e realizadas, a partir do dia 18 de dezembro serão creditadas de forma imediata.

Quem poderá contratar?

As linhas estarão disponíveis para servidores estaduais e beneficiários de pensões alimentícias, que receberão o 13º Salário/2020 parcelado. A aprovação da operação estará condicionada ao enquadramento na política de crédito e risco do Banrisul.

Onde poderei contratar?

As linhas de crédito estarão disponíveis para contratação nos canais de autoatendimento: aplicativo Banrisul Digital, Home Banking e caixas eletrônicos; e também nas agências do Banrisul, sob agendamento.

Qual o valor da antecipação?

É possível antecipar o valor líquido do 13º Salário/2020.

Quantas operações poderei contratar?

Poderá ser contratada uma operação para cada matrícula.

Qual o prazo da operação?

As operações serão parceladas em 12 vezes, com vencimento no último dia útil de cada mês e primeiro pagamento em janeiro/2021. AI/CS

1 comentário

  1. Excelente artigo. Importante ressaltar que durante a pandemia a prisão do devedor de alimentos está com entendimento diferenciado, a divergência de entendimentos dentro do próprio Superior Tribunal de Justiça, adveio a Lei n.º 14.010/2020 dispondo em seu artigo 15 que até o próximo dia 30 de outubro de 2020, a prisão civil por dívida alimentícia deverá ser cumprida exclusivamente sob a modalidade domiciliar, sem prejuízo da exigibilidade das respectivas obrigações.

    Ou seja, as prisões decorrentes do não pagamento de pensão alimentícia não estão suspensas. Continuam a ser decretadas, sendo imposto ao devedor de alimentos a prisão em regime domiciliar.

    Outra questão importante é que a decretação da prisão não livra o devedor de pagar a dívida alimentícia em atraso. Sobre a exoneração do devedor ao pagamento de alimentos atrasados, inclusive, cabe mencionar o entendimento fixado pelo Superior Tribunal de Justiça (REsp 1.529.532/DF) no sentido de que o credor alimentício pode renunciar aos alimentos pretéritos devidos e não prestados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui