Banrisul firma acordo para atender clientes servidores públicos estaduais e municipais atingidos pela enchente no RS

Confira os destaques do Correspondente das 12h


0
Foto: Banrisul/Divulgação

O Banrisul e o Ministério Público do Estado do RS e a Defensoria Pública, com a participação do Procon RS e do Procon de Porto Alegre assinaram um acordo que prevê a prorrogação de operações de crédito consignado de servidores públicos do Estado e de municípios conveniados ao Banrisul, diretamente afetados pelas enchentes.

No termo, fica estabelecido que o Banrisul vai conceder quatro meses de carência nas operações de crédito consignado, nos quais não serão cobrados juros sobre o período de carência. O número de parcelas não será alterado e o valor da prestação será mantido. Por exemplo: se o funcionário público possuir um contrato de 60 meses, a quantidade de parcelas continuará sendo 60 e o valor mensal da prestação seguirá inalterado.

O benefício é voltado para os servidores públicos estaduais e municipais, incluindo inativos e pensionistas, que sejam clientes do Banrisul, e que tenham domicílio e residência cadastrados junto ao Banco até maio de 2024, em local considerado “diretamente atingido”. Fonte: Correio do Povo

OAB entende que RS tem argumentos suficientes para que União considere extinta dívida do Estado

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio Grande do Sul (OAB/RS), Leonardo Lamachia, afirmou nesta terça-feira (25) que entidade e o governo gaúcho têm argumentos técnicos, jurídicos e contábeis para que a União considere total ou parcialmente extinta a dívida do Estado. Lamachia estará presente na audiência de conciliação a respeito do tema ocorrerá no gabinete do ministro do STF, Luiz Fux.

A audiência acontece após a OAB pedir no Supremo Tribunal Federal urgência na tramitação de uma ação de 2012, que pede a extinção da dívida, que pode chegar a R$ 100 bilhões. Fonte: Correio do Povo

Mortes no RS sobem para 178; 34 pessoas estão desaparecidas

A Defesa Civil do RS informou nesta segunda-feira (24) que o número de mortos pelas fortes chuvas subiu para 178. Há ainda 34 pessoas desaparecidas no estado.
O levantamento aponta ainda que mais de 2,3 milhões de pessoas foram afetadas de alguma maneira pela tragédia climática, em 478 municípios. Mais de 10.400 pessoas estão morando em abrigos e 388 mil estão desalojadas. Algumas famílias já conseguiram retornar para suas casas, após uma limpeza geral, com a retirada dos entulhos e desinfecção geral do imóvel. Fonte: Agência Brasil

Audiência pública vai analisar revisão do Plano Diretor e Lei de Parcelamento do Solo em Cruzeiro do Sul

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul e o Conselho Municipal de Desenvolvimento (Codecruz), promovem audiência pública, nesta terça-feira, dia 25 de junho. Em pauta, a revisão do Plano Diretor Participativo do município, e alterações na Lei de Parcelamento do Solo. A audiência começa às 17h, na Câmara de Vereadores.

Prazo para cadastrar famílias atingidas pela enchente no Auxílio Reconstrução termina nesta terça-feira

Termina nesta terça-feira (25), o prazo para que prefeituras cadastrem as famílias residentes em áreas efetivamente afetadas, nas cidades com estado de calamidade ou situação de emergência, para receberem o Auxílio Reconstrução.

O aviso do encerramento do proza foi divulgado pelo Governo Federal no sábado (22). Em Lajeado, o cadastramento deve ser feito no Centro Especial de Apoio aos Atingidos pelas Cheias (Ceapac), na Avenida Benjamim Constant, 420, no Centro.

Para tanto, nesta terça (25), tanto o Ceapac como o Cras Cidadania, que funciona ao lado, atenderão em horário ampliado, até às 22h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui