Bebidas Fruki de Lajeado inicia operação logística com caminhões elétricos no RS

Empresa é pioneira no Estado a adotar tecnologia que vai garantir uma gestão mais sustentável no transporte de cargas


0
Foto: William Nihues

Após a fase de testes com resultados positivos, a Bebidas Fruki, de Lajeado (RS), avança no seu programa de logística verde com o início da operação dos caminhões elétricos para entregas ao mercado gaúcho, sendo pioneira no Estado a adotar a tecnologia para transporte de cargas. Os veículos elétricos têm 0% de emissões diretas de C0², menor poluição sonora e maior eficiência energética, contribuindo para a adoção de uma gestão logística sustentável.

 Lucas Pinheiro Gonçalves (esq) recebendo as chaves do gerente de logística da Bebidas Fruki, Daniel Coelho (Foto: William Nihues)
Lucas Pinheiro Gonçalves (esq) recebendo as chaves do gerente de logística da Bebidas Fruki, Daniel Coelho (Foto: William Nihues)

O objetivo da Bebidas Fruki é ampliar gradativamente a frota elétrica até 2030, criando um modelo de logística conectado à estratégia de ESG da empresa, que vem avançando em diversas ações envolvendo as questões ambientais, sociais e de governança corporativa. “Temos que contribuir para reduzir os gases do efeito estufa emitidos na atmosfera. Construir um futuro sustentável é uma missão coletiva”, destaca o diretor comercial da Bebidas Fruki, João Miranda.

De acordo com levantamento do Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (SEEG) do Brasil, o transporte de cargas responde por cerca de 25% das emissões geradas pela atividade geral de transportes.

Com a operação inicial de três caminhões elétricos na logística da Bebidas Fruki, haverá uma redução de 2,04% nas emissões atmosféricas da empresa, o que equivale a menos 13,8 toneladas de CO²eq (equivalente, unidade de medida das emissões de gases do efeito estufa), conforme metodologia GHG Protocol para o período de um ano. O modelo adotado é um JAC iEV 1200T, primeiro caminhão elétrico do Brasil. Os caminhões são equipados com baterias recarregáveis com autonomia de 250 km. “Além do benefício ambiental, também há um ganho de mobilidade nos centros urbanos e uma melhora da qualidade de vida para os profissionais de distribuição, pois os caminhões são mais silenciosos e ergonômicos”, destaca o gerente de logística da Bebidas Fruki, Daniel Coelho.

Dando continuidade no programa de logística verde, até o final do ano iniciam em operação as empilhadeiras elétricas nos CDs da Fruki na Serra, Lajeado e Canoas. Também será utilizada uma carreta GNV para transporte dos produtos, em parceria com a transportadora Giovanella. AI/RC

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui