Bicampeão mundial João Derly ministra seminário de judô e jiu-jítsu em Lajeado

Seminário ocorre no dia 26 de agosto, no dojô da Ajula


0
Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal

O judoca João Derly ministrará um seminário de judô e jiu-jítsu,em Lajeado. A aula faz parte do projeto “Agenda Esportiva do João”, e ocorrerá no dia 26 de agosto, a partir das 18h15, no dojô da Associação de Judô Lajeado (Ajula), localizada na Rua Júlio de Castilhos, 502, 2º andar, no Centro da cidade. “João já esteve aqui em outra ocasião, mas foi muito rápido. Com temos uma amizade dentro do judô , surgiu a possibilidade de nos conhecermos, e dai surgiu o convite para ele vir e fazer este seminário. Será em duas etapas: 18h15 para crianças de até 13 anos e às 19h30 para adultos”, explica o presidente da Ajula e professor faixa preta de judô, Nelson Sanchez.


ouça a reportagem


 

Ele avisa que a vagas são limitadas e ainda restam algumas. “O foco principal é para os nosso alunos, mas serão disponibilizadas algumas vagas para os demais interessados”, antecipa. Ao final do seminário, serão entregues certificados de participação. A inscrição para crianças é gratuita. Adultos pagam R$ 50.

Os canais de contato para mais informações e reserva de vagas no evento são: (51) 9 99656369, ou redes sócias da Ajula e do professor Nelson Sanchez.

Para o seminário, serão observados todos os protocolos sanitários, como uso de máscara, medição de temperatura corporal e higienização do ambiente.

Presidente da Ajula e professor faixa preta de judô, Nelson Sanchez (Foto: Luís Fernando Wagner)

O multicampeão João Derly

O gaúcho João Derly de Oliveira Nunes Júnior (40), foi o primeiro brasileiro da modalidade a tornar-se campeão mundial de judô da categoria principal (sênior). O feito foi alcançado no Campeonato Mundial de Judô de 2005, na cidade do Cairo, Egito. Entre as principais conquistas do judoca estão: -Campeão mundial júnior na Tunísia( 2000); Medalha de ouro na Super Copa do Mundo de Paris (2006); Medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007) e Bicampeão mundial adulto no Rio de Janeiro (2007).

Frustração em Pequim

Única medalha que João Derly não conquistou durante a sua carreira, foi o ouro olímpico. Ele chegou na disputa das Olimpíadas de Pequim em 2008, como um dos favoritos a conquistar uma medalha em sua categoria até 66 kg. Derly venceu na primeira rodada o sul-coreano Joo-Jin Kim, porém foi derrotado na segunda luta pelo português Pedro Dias, e acabou ficando de fora da disputa por medalhas.

Carreira política

Após a aposentadoria dos tatames, em 2012, João Derly enveredou para a política. Derly foi convidado por Manuela D’Ávila para filiar-se ao PCdoB e concorrer a vereador em Porto Alegre. Ele foi eleito como o segundo parlamentar mais votado do pleito, recebendo mais de 14 mil votos. Em 2014, disputou a eleição a deputado federal, pelo PCdoB no Rio Grande do Sul, e foi eleito com 106.991 votos. Em setembro de 2015, desfiliou-se do PCdoB para unir-se à Rede Sustentabilidade. Disputou a reeleição em 2018, mas não obteve êxito. Em dezembro de 2018, trocou novamente de partido, filiando-se ao PRB (posteriormente Republicanos). Em 2019, Derly foi nomeado pelo governador Eduardo Leite como secretário do Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul,cargo que deixou em junho de 2020. Em agosto de 2020, o Republicanos anunciou a pré-candidatura de Derly ao cargo de prefeito de Porto Alegre, tendo Fernando Soares como vice na chapa.

Confira o convite do presidente da Ajula

Texto: Luís Fernando Wagner
noticias@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui