Biden oferece proteção migratória temporária a 320 mil venezuelanos

No Congresso americano, cresceu o consenso entre democratas e republicanos sobre a necessidade de conceder o benefício


0
Foto: Luis Robayo / AFP

O presidente americano Joe Biden concederá proteção migratória a cerca de 320 mil venezuelanos que já estão nos Estados Unidos. Dessa forma, eles poderão trabalhar e residir legalmente no país. A medida entra em vigor nesta terça-feira (8) e valerá por 18 meses e pode ser prorrogada.

Apenas venezuelanos que já estavam nos EUA até a segunda-feira, 8 de março, poderão se candidatar. A partir de então, os venezuelanos terão 180 dias para aderir ao programa.

Para ter acesso ao benefício, é necessário provar que não tem registro criminal e pagar taxas no total de 545 dólares ao Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA, criado em 1990 para dar autorizações extraordinárias a imigrantes de nações afetadas por guerra, desastres naturais, epidemias ou outras condições que tornam insegura a volta aos países de origem.

Biden decidiu a proteção porque acredita que os venezuelanos não podem retornar ao país natal em segurança devido às “condições extraordinárias” que a Venezuela atravessa atualmente, sob uma ditadura socialista de Nicolás Maduro.

No Congresso americano, cresceu o consenso entre democratas e republicanos sobre a necessidade de conceder o benefício aos venezuelanos. Durante a campanha eleitoral, Biden prometeu que uma das suas primeiras ações na Casa Branca seria conceder esta autorização aos venezuelanos.

Fonte: Revista Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui