Biden promete ‘resposta’ da Otan se Rússia usar armas químicas na Ucrânia

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Foto: AFP / Divulgação

O presidente americano, Joe Biden, disse nesta quinta-feira (24) que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) “responderia” se o presidente russo, Vladimir Putin, usar armas químicas na guerra na Ucrânia. “Responderemos se as utilizar. A natureza da resposta dependerá da natureza do uso”, advertiu Biden após uma cúpula da Otan em Bruxelas. Biden também afirmou que a Rússia fracassou na tentativa de dividir os países ocidentais e que, desde a invasão russa da Ucrânia, a aliança militar está “mais unida do que nunca”. Putin “não pensava que podíamos manter essa coesão” e obteve “justamente o contrário do que queria ao invadir a Ucrânia”, declarou. O presidente americano também se disse favorável à exclusão da Rússia do G20, embora tenha destacado que a decisão dependeria do conjunto de membros desta instância de coordenação entre potências industrializadas e emergentes. Em relação à China, aliada tradicional de Moscou, Biden expressou “esperança” de que Pequim se abstenha de ajudá-la na guerra na Ucrânia. Fonte: R7

Quinta-feira com 22 óbitos e 3.693 novos casos de covid no RS

O Rio Grande do Sul registrou nesta quinta-feira (24), 22 óbitos e 3.693 novos casos de covid. Agora, o Estado chega a um total de 2.256.393 casos confirmados. Desses, 2.202.623 são considerados recuperados (97,5%); Em acompanhamento 14.695 (0,6%) e 38.950 pessoas morreram em decorrência do coronavírus (1,7%). Às 16h30 desta quinta-feira (24), 62,6% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.746 pacientes para 2.788 leitos disponíveis.

Caso Rafael: Ministério Público entra na Justiça para que advogados de defesa paguem multa por abandono de plenário

O Ministério Público do Rio Grande do Sul vai ingressar na Justiça para que os advogados de defesa de Alexandra Dougokenski paguem uma multa por “abandono injustificável de plenário”. O julgamento que busca esclarecer a morte do menino Rafael Winques, de 11 anos, que era previsto para ocorrer na última segunda-feira (21), acabou cancelado. Os defensores da ré deixaram o júri após a juíza do caso negar o pedido de perícia de um áudio atribuído à vítima. De acordo com a banca de defesa, o menino mandou uma mensagem para o pai em uma data posterior ao que a Polícia entende ter sido o dia do assassinato. Além da multa, a representação do MPRS pede que os advogados arquem com os custos do da sessão, estimada pelo TJRS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) em R$ 160 mil. Fonte: O Sul

Prazo para tirar o título de eleitor para todos que tenham 16 anos até o dia da eleição vai até 4 de maio

Todos os brasileiros a partir de 16 anos têm até o dia 4 de maio para pedir a primeira via do título de eleitor ou regularizá-lo a tempo de votar nas Eleições de 2022. O procedimento pode ser feito pela internet, por meio do Título Net. O primeiro turno da votação está marcado para 2 de outubro. Já o segundo turno, nos estados e nacionalmente, caso preciso, ocorrerão em 30 de outubro, último domingo do mês. Fonte: G1

Dólar caminha para 7ª queda seguida, negociado a R$ 4,81

O dólar volta a cair nesta quinta-feira (24) e chegou a ir abaixo de R$ 4,80, embora já tenha reduzido as perdas desde então. A caminhada para a sétima queda consecutiva ocorre com o mercado brasileiro aproveitando entrada contínua de recursos em meio ao patamar atraente dos juros básicos e à disparada nos preços das commodities (matérias-primas). Às 12h15 (de Brasília), a moeda americana à vista recuava 0,68%, a R$ 4,811 na venda. Na mínima do dia, a divisa chegou a perder 0,93%, a R$ 4,7996. Fonte: R7

Guerra na Ucrânia completa um mês

A invasão russa na Ucrânia completou um mês nesta quinta-feira (24). A operação militar, que alguns previam que poderia ser rápida em razão da superioridade das Forças Armadas de Moscou, se mostra mais complicada e demorada, além de muito destrutiva nas regiões em que os ucranianos apresentam maior resistência. Após a ofensiva inicial com bombardeios de alvos por toda a Ucrânia, os russos parecem ter dificuldades em impor seu poderio aos ucranianos, embora afirmem que tudo esteja transcorrendo como previsto. O conflito virou a maior crise militar na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. Fonte: O Sul

Assembleia-Geral da ONU pede ‘fim imediato’ da guerra na Ucrânia

A Assembleia-Geral da ONU voltou a pedir, nesta quinta-feira (24), o “fim imediato” das hostilidades da Rússia contra a Ucrânia, assim como “qualquer ataque contra civis e alvos civis”, na segunda resolução em menos de um mês, que não é vinculante. Com 140 votos a favor, 5 contra e 38 abstenções, a comunidade internacional aprovou por esmagadora maioria essa nova resolução, apresentada pela Ucrânia e promovida por México e França, sobre as “consequências humanitárias da agressão” russa. Belarus, Coreia do Norte, Eritreia, Síria e Rússia votaram contra, como fizeram na primeira resolução adotada em 2 de março. China, Bolívia, Cuba, El Salvador, Nicarágua e Irã são alguns dos 38 países que se abstiveram nesta votação. Fonte: R7

Galvão Bueno deixará narrações na TV Globo após a Copa do Mundo

Galvão Bueno vai deixar as narrações na TV Globo após a Copa do Mundo de 2022, no Catar, período que coincide com o fim do contrato dele com a emissora. Um dos maiores narradores esportivos da história da televisão brasileira, ele se despede depois da competição no Oriente Médio e encerrará um ciclo que teve início na empresa em 1981. Galvão comandará nesta quinta-feira, a partir das 20h30, sua última partida da seleção brasileira no Maracanã na tela da Globo. Fonte: GE

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui