Bolsonaro anuncia sanção de projeto e discute ajuda a estados

Confira as informações do programa Correspondente Independente do meio-dia.


0
Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) abriu a reunião com os governadores, nesta quinta-feira, anunciando que vai sancionar o socorro a estados e municípios, mas, em troca, pede o congelamento do salário dos servidores estaduais até o fim de 2021. “O motivo dessa pauta é falar para os senhores, porque temos que trabalhar em conjunto, a sanção de um projeto que é uma continuidade e de outras leis há pouco aprovadas, de um auxílio, um socorro, aos senhores governadores de aproximadamente R$ 60 bilhões também extensivo a prefeitos”, disse.

Vale destacar que a sanção do auxílio a estados e municípios depende de publicação no Diário Oficial à União (DOU). Isso pode ocorrer ainda nesta quinta-feira, em edição extra. O presidente disse ainda que é necessário um “esforço de todos na busca de minorar problemas e atingir na ponta da linha aqueles que são afetados por essa crise, que não sabemos sua dimensão, mas sabemos que ela prejudicou em muito o Brasil, mas o mundo todo”.

Em troca, o presidente da República pediu aos governadores pela “manutenção de um veto muito importante, largamente discutido, que atinge parte dos servidores públicos” até 31 de dezembro de 2021. “A gente pede o apoio dos senhores da manutenção do salário dos servidores. Inicialmente se falou em cortes de 25%, mas, em comum acordo com os poderes, chegamos à conclusão que seria importante congelar os vencimentos até o fim do ano que vem.”

Garantias para o combate ao novo coronavírus

Em sua fala, logo a seguir, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que era de extrema importância a sanção presidencial ao projeto, por garantir as políticas de combate ao coronavírus no país.”Esses recursos vão certamente nessa linha. Tenho certeza que todos unidos, os resultados serão muito melhores para toda a população brasileira”, disse.

Terceiro a falar no encontro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), declarou que o auxílio aos estados era uma demanda histórica.”A Câmara fez a sua parte, construiu um texto e promoveu o debate. Se estamos hoje chegando aqui para esse encontro, liderados pelo presidente da República, a gente pode construir a várias mãos esse entendimento”, explicou.

O primeiro governador a falar, Reinaldo Azambuja, do Mato Grosso do Sul, pediu o veto já no projeto do aumento dos servidores até o fim de 2021 e solicitou ainda que o primeiro pagamento da ajuda aos estados ocorra ainda em maio. Bolsonaro afirmou que debateria com o ministro da Economia, Paulo Guedes, se seria possível liberar o valor neste mês.

João Doria, governador de São Paulo, agradeceu a iniciativa do governo federal de juntar os chefes de Estado. Ele também reforçou o pedido para que o primeiro pagamento ocorra em maio. A reunião foi finalizada com o anúncio de Bolsonaro de que irá apenas corrigir questões técnicas do texto final do projeto e que a sanção vai ser publicada o mais rápido possível. Fonte: Correio do Povo

Brasil registra nesta quinta-feira 19.038 mortes por Covid-19

O Brasil registra nesta quinta-feira 19.038 mortes e 294.152 casos confirmados de novo coronavírus. O Rio Grande do Sul tem 4973 pessoas que testaram positivo para a Covid-19 até a noite de quarta-feira (20). O Estado resgatou ontem 1.175 novos casos que ainda não constavam no Boletim Oficial do Estado. Eram notificações que não haviam sido concluídas pelas equipes dos municípios, no sistema do Estado. Dos novos casos no estado, 173 são do Vale do Taquari – que registra um total de 781. Lajeado teve na quarta, 137 – passando de 243 para 380. Fonte: G1

Ator Mario Frias aceita convite para assumir secretaria da Cultura

O ator e apresentador Mario Frias aceitou o convite para ser o novo secretário Especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro no lugar de Regina Duarte, que deixou o cargo nesta quarta-feira para comandar a Cinemateca, em São Paulo. Aos 48 anos, Frias é defensor das ideias do presidente Jair Bolsonaro e usa as redes sociais para propagar suas convicções. A conversa do presidente com o ator e apresentador ocorreu nesta terça-feira no Palácio do Planalto, durante um almoço. Nesta quarta, os dois conversaram novamente e Mario Frias aceitou o convite. A nomeação sai nos próximos dias. Fonte: Correio do Povo

Governo do RS receberá doação de combustível da Petrobras para auxiliar no combate ao coronavírus

A Petrobras informou que doará 3 milhões de litros de combustível, gasolina e diesel, aos Estados para contribuir no combate ao coronavírus. A intenção é abastecer ambulâncias e hospitais do SUS (Sistema Único de Saúde), garantindo agilidade no atendimento a pacientes com Covid-19. O anúncio foi feito em reunião com a SGGE (Secretaria de Governança e Gestão Estratégica), na terça-feira (19). Ainda não há a confirmação da quantidade que será encaminhada ao Rio Grande do Sul. Contudo, a doação está encaminhada. Em valores, a empresa informou que destinará R$ 30 milhões em doações para colaborar no combate à pandemia em todo o país, incluindo kits de testes de diagnósticos, máscaras, materiais de higiene e segurança, além dos combustíveis. Fonte: O Sul

Lives de hoje: Iza, Manu Gavassi, Ferrugem, César Menotti & Fabiano e mais shows

Iza, Manu Gavassi, Ferrugem e César Menotti & Fabiano estão entre os destaques das lives desta quinta-feira (21).

Veja lives desta quinta e como assistir:

  • Iza e Maejor (lançamento de “Let me be the one”) – 14h
  • Mart’nália conversa com Celso Fonseca – 16h
  • Manu Gavassi e Letrux (#HomeHourPoploadFestival) – 19h
  • Nilze Carvalho (Em Casa Com Sesc) – 19h
  • Joanna e Padre Reginaldo Manzotti – 20h
  • Ferrugem – 20h
  • Jau – 20h
  • César Menotti e Fabiano – 20h30

Confiança da indústria avança 2,4 pontos na prévia de maio

A prévia de maio do Índice de Confiança da Indústria cresceu 2,4 pontos em relação ao número consolidado de abril, quando houve forte retração devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Com isso, o indicador chega a 60,6 pontos em uma escala de zero a 200. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a leve alta é resultado de uma reavaliação dos empresários em relação ao futuro. O Índice de Expectativas cresceu 4,6 pontos, indo para 54,2 pontos, o que seria uma devolução de 10% da perda sofrida em abril. O Índice de Situação Atual aponta estabilidade, passando de 67,4 pontos, para 67,7. O resultado preliminar de maio indica recuperação de 3,7 pontos percentuais do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria, para 61%, ainda se mantendo em patamar muito baixo em termos históricos. Fonte: Agência Brasil

Mundo supera 5 milhões de casos declarados do novo coronavírus

O planeta superou, nesta quinta-feira (21), o marco de cinco milhões de casos de novo coronavírus, com uma situação contrastante entre a China, pronta para declarar a “vitória” sobre o vírus, e o continente americano, onde o balanço não para de aumentar. De acordo com uma contagem da AFP feita a partir de fontes oficiais, pelo menos 5.006.730 casos de infecção foram registrados até o momento em todo o mundo, entre os quais 328.047 mortes. Continente mais afetado, com quase 2 milhões de casos, incluindo 328.047 fatais, a Europa continua no caminho de uma normalização muito lenta. Fonte: Correio do Povo

Zuckerberg defende que Facebook tenha retirado conteúdo falso de Bolsonaro

O americano Mark Zuckerberg disse que o Facebook estava removendo informações falsas sobre o coronavírus e deu o exemplo do presidente Jair Bolsonaro, reconhecendo que a rede social não estava pronta para lutar contra interferências nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos. O Facebook retirou uma alegação do presidente brasileiro Jair Bolsonaro de que os cientistas “mostraram” que havia uma cura para o coronavírus. “Isso obviamente não é verdade e é por isso que a removemos. Não importa quem diga isso”, disse Zuckerberg em entrevista à rádio pública britânica BBC. O Facebook removerá da plataforma todo o conteúdo que cause “dano imediato” a qualquer usuário, acrescentou Zuckerberg. Fonte: Correio do Povo

Cremers defende autonomia do médico na prescrição de remédios para Covid-19

Após a publicação do novo protocolo do Ministério da Saúde, que permite ao Sistema Único de Saúde (SUS) o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina com amplo alcance em pacientes com Covid-19, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers) reiterou seu posicionamento técnico, defendendo a autonomia do médico na prescrição do medicamento, e salientou que não existem “evidências científicas que demonstrem real benefício na utilização do medicamento”. De acordo com o presidente da entidade, Eduardo Trindade, até o momento, não há um tratamento específico para a Covid-19 por isso é necessário “cuidado na recomendação de tratamentos sem evidências, no sentido de criar uma falsa sensação de segurança na população”. Fonte: Correio do Povo

Nova terceira camisa do Manchester City tem design inusitado

Com a proximidade do verão europeu, começam a vazar na internet uniformes dos grandes clubes do Velho Continente para próxima temporada. Depois de PSG, Barcelona, Liverpool e outras equipes, agora foi a vez do Manchester City ter sua terceira camisa divulgada. E uma camisa com um design (bem) diferente, recheada de estampas que, segundo sites especializados, “combinam as cores bege e azul marinho com um gráfico floral sutil único”. No entanto, segundo os comentários nas redes sociais, o “floral sutil” parece mais uma ameba, ou edredom, ou protozoários, ou bactérias, ou pano de mesa… e por aí vai a imaginação do povo. Fonte: G1

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui