Bolsonaro diz estar com ‘mofo no pulmão’ e que está tomando antibiótico

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0
Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, durante transmissão ao vivo nesta quinta-feira (30), que está com “mofo no pulmão” e, diante de uma infecção, começou a tomar antibiótico. Bolsonaro não deu detalhes sobre o tipo de infecção e disse que vai cumprir agenda de viagem na sexta-feira em Bagé, no Rio Grande do Sul. Nesta quinta pela manhã, o presidente teve a sua primeira agenda oficial de viagens desde então, visitando municípios no Piauí e na Bahia. O presidente garantiu na transmissão pelas redes sociais que está curado da Covid-19, após ter afirmado no fim de semana que teve teste negativo para a doença. Ele havia anunciado em 7 de julho que teve teste positivo para o novo coronavírus.

Banco Mundial anuncia aprovação de Abraham Weintraub como diretor-executivo

O Banco Mundial divulgou um comunicado na noite desta quinta-feira (30) no qual informou que o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub foi aprovado como diretor-executivo do conselho da instituição. Weintraub deixou o MEC em junho, em meio a uma série de polêmicas. Alvo de dois inquéritos, um que apura suposto racismo contra chineses e outro que apura ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Weintraub foi indicado para o Banco Mundial pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. A indicação, contudo, precisava ser confirmada pelos demais integrantes do conselho do qual Weintraub será diretor-executivo. O banco tem sede em Washington (EUA).

Governos gastaram R$ 13 bi em contratos contra Covid-19, a maioria sem licitação

Por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, o Twitter voltou a bloquear contas de bolsonaristas: os atingidos haviam conseguido driblar proibições anteriores do próprio ministro. O primeiro bloqueio foi realizado na última sexta-feira (24) em todo o território nacional por ordem do ministro e atingia 16 contas no Twitter e 12 no Facebook. Alguns dos alvos da proibição conseguiram abrir novos perfis como se estivessem no exterior, em tese, fora do alcance da decisão do ministro. Nesta terça (28), Moraes reiterou sua decisão em despacho enviado às duas redes sociais.

Contas de bolsonaristas voltam a ser bloqueadas no Twitter, agora no mundo todo

Por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, o Twitter voltou a bloquear contas de bolsonaristas: os atingidos haviam conseguido driblar proibições anteriores do próprio ministro. O primeiro bloqueio foi realizado na última sexta-feira (24) em todo o território nacional por ordem do ministro e atingia 16 contas no Twitter e 12 no Facebook. Alguns dos alvos da proibição conseguiram abrir novos perfis como se estivessem no exterior, em tese, fora do alcance da decisão do ministro. Nesta terça (28), Moraes reiterou sua decisão em despacho enviado às duas redes sociais.

Mortes por Covid-19 no RS superam homicídios e acidentes de trânsito

Desde que começou a pandemia de Covid-19, os números relativos às vítimas da doença têm recebido várias comparações. Mas uma delas, mostra que já estamos sendo duramente castigados pelo novo coronavírus. A violência, que sempre foi um problema para os gaúchos, vêm caindo, com indicadores mostrando, por exemplo, a redução no número de vítimas de homicídio desde 2018, indo de 2.362 para 1.793 em 2019. Neste ano, de janeiro a junho, 901 morreram por esta causa em todo estado. Entretanto, a Covid-19 tem se mostrado mais implacável. Em quase cinco meses de pandemia, já morreram 1.750 pela doença no RS. É 94% a mais que todos os homicídios ocorridos no primeiro semestre de 2020 e também superou o total de 2019.

Cpers/Sindicato promove protesto em Estrela

O 8º Núcleo do Cpers/Sindicato, entidade que representa a classe do magistério regional, organiza manifestações para hoje (31). Será às 10h, em frente a sede da 3ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), no Centro de Estrela. O ato, denominado “Chega de Arrocho”, visa chamar a atenção para a defasagem salarial dos professores da rede estadual de ensino e da precarização da educação. O Cpers também deve aproveitar a oportunidade para reivindicar o pagamento dos dias de greve no fim de 2019. De acordo com a entidade, as aulas foram recuperadas mas não teriam sido pagas. Também deve constar na pauta, o pedido para que seja aprovado o projeto que torna o Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), permanente e eleva a participação da União nos recursos destinados à educação básica pública brasileira. O texto, já aprovado pela Câmara, tramita no Senado Federal. Manifestações simultâneas do magistério estão programadas para ocorrer hoje (31), nas Coordenadorias Estaduais de Educação em todo o Rio Grande do Sul./LF

Bom Retiro do Sul tem segundo óbito por Covid-19; 61º do Vale do Taquari

Um morador de Bom Retiro do Sul, de 34 anos, faleceu vítima da Covid-19 na manhã desta quinta-feira (30). Ele estava internado no Hospital São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires. É a segunda morte pela doença no município e a 61ª no Vale do Taquari. De acordo com a Prefeitura, o paciente tinha outras doenças. Bom Retiro do Sul tem três pacientes internados em UTI até a tarde desta quinta-feira. Eles têm 56, 36 e 47 anos. No total, são 126 casos confirmados no município – um deles nesta quinta. Destes, 84 estão recuperados (66,6%), 40 em tratamento (31,7%) e dois faleceram (1,5%). A Secretaria Estadual da Saúde já informou 132 testes positivos para a cidade. O óbito mais recente também ocorreu na manhã desta quinta-feira, com uma moradora de Lajeado. A idosa, de 75 anos, estava internada no Hospital Bruno Born (HBB), em Lajeado, desde o dia 14 de julho. A informação foi divulgada no começo desta tarde. Ele tinha diabetes, asma, hipertensão e hipotireoidismo. Treze municípios do Vale do Taquari já registraram mortes pela doença. Lajeado tem o maior número de falecimentos, com 26. Depois vêm Teutônia (seis), Cruzeiro do Sul (cinco), Encantado (cinco), Paverama (quatro), Estrela (quatro), Taquari (três), Roca Sales (três), Bom Retiro do Sul (dois), Fazenda Vilanova (um), Arvorezinha (um) e Travesseiro (um). NR

Jogadores da NBA se ajoelham contra racismo no recomeço do basquete dos EUA

Os jogos da NBA começaram com engajamento contra o racismo, nesta quinta-feira. Todos os jogadores dos times de Los Angeles, Lakers e Clippers, se ajoelharam durante a execução do hino dos Estados Unidos. A manifestação contra o racismo marcou o recomeço das partidas da NBA, que ficarão concentradas na Disney, para evitar a Covid-19. Diversos jogadores, incluindo o astro dos Lakers, LeBron James, têm usado suas entrevistas para destacar os assusntos de desigualdade e injustiças sociais. Eles pedem também as prisões dos policiais da cidade de Louisville envolvidos na morte de Breonna Taylor. Complementando o ato de ajoelhar durante o hino, a maioria dos jogadores vestiu suas camisas com mensagens características dos protestos que ocorrem mundialmente.

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui