Bolsonaro revoga homenagem à embaixadora das Filipinas que agrediu uma empregada doméstica em Brasília

Após o caso vir à tona, o governo das Filipinas ordenou o retorno da diplomata ao país asiático


0
Foto: Isac Nobrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro revogou uma homenagem concedida à embaixadora das Filipinas no Brasil, Marichu Mauro. Ela recebeu a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração brasileira atribuída a cidadãos estrangeiros, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores.

A decisão de Bolsonaro, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (03), retira o título recebido pela embaixadora no dia 7 de outubro. “Tornar sem efeito o Decreto de 6 de outubro de 2020 […] referente à admissão, na Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, no grau de Grã-Cruz, de Marichu Barredo Mauro, Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República das Filipinas”, diz trecho do decreto.

A medida foi tomada após imagens divulgadas pelo programa Fantástico, da TV Globo, revelarem cenas de agressões de Marichu contra uma empregada doméstica na residência diplomática em Brasília.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui