Bom Retiro do Sul tem situação de emergência pela enchente homologada pelo governo gaúcho

A situação de emergência agora será analisada pelo Governo Federal.


0
Foto: Fernando Dias/Assessoria de Imprensa

O governo do Estado do Rio Grande do Sul homologou na sexta-feira, 31 de julho, a situação de emergência decretada pelo município de Bom Retiro do Sul no dia 09 de julho, em decorrência da maior enchente dos últimos 64 anos, que causou diversos prejuízos para diversas famílias e na economia.

A cheia do rio Taquari levou prejuízo a pelo menos 12 municípios do Vale do Taquari. Em Bom Retiro do Sul, conforme levantamento da Defesa Civil Municipal, 278 pessoas ficaram desalojadas e 6 foram deslocadas para residências provisórias. A cheia prejudicou ainda cerca de 300 agricultores.

As inundações causaram danos na área urbana, atingindo os bairros Goiabeira e Centro-Cidade baixa. No interior, os danos afetaram famílias, agricultores e produtores das localidades de Pedreira, Beira do Rio, Barra do Silva Jorge, Faxinal do Silva Jorge e Faxinal João da Costa.

Em valores, a cheia causou prejuízos estimados de R$ 4,8 milhões ao município, com perdas principalmente em pastagens, plantações e perda de animais. Os prejuízos atingiram também estradas, acessos rurais, residências, escolas e afetou grande arte do abastecimento de água na cidade e no interior.
Com o reconhecimento do governo gaúcho, a situação de emergência será agora analisada pelo Governo Federal. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui