BR-386: construção de uma nova ponte e extensão da obra em mais 1,6 km são reivindicados por comitiva em Brasília 

“Eles atenderam quase que na totalidade o que foi solicitado”, diz Fábio Mertz sobre reunião com a ANTT que tratou dos ajustes no projeto de duplicação.


0
Prefeito de Marques de Souza, Fábio Mertz (Foto: Jonas de Siqueira)

Nesta quarta-feira (11), o prefeito de Marques de Souza, Fábio Mertz, participou de uma reunião na Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), em Brasília.  Na ocasião, os representantes do município apresentaram uma nova proposta para projeto de duplicação da BR-386. Entre as reivindicações observadas, as lideranças requisitaram alterações no trevo de acesso, extensão da obra em mais 1,6 km, edificação de uma nova ponte, construção de uma via paralela e a implementação de retornos rodoviários em nível.

Um dos principais problemas observados no projeto pelo gestor municipal é a pouca possibilidade de retorno. “Nos 12 km dentro do município temos apenas um retorno em nível. “No trecho em Estrela, percebemos um retorno a cada quilômetros da rodovia”, aponta o prefeito, preocupado com o deslocamento da população. “Tem comunidades que vão ficar praticamente isoladas”, diz. Além disso, Mertz menciona a situação de algumas vias paralelas e questiona algumas desapropriações. Outra situação que preocupa é o acesso às propriedades e entrada das empresas instaladas na região da duplicação.

Na avaliação do prefeito de Marques de Souza, o encontro com os membros da ANTT foi positivo. “Eles atenderam quase que na totalidade o que foi solicitado”. Conforme ele, algumas das alterações do projeto serão diluídas no contrato, no entanto, outras mudanças precisam ser avaliadas pela direção da empresa. Ainda nesta quinta-feira (11), será oficializado o termo de comprometimento dos assuntos tratados na reunião. 

Segundo o prefeito, um anteprojeto, etapa intermediária do planejamento, também foi discutido no encontro. A proposta contempla os municípios de Fontoura Xavier, Pouso Novo e São José do Herval com 15 km de duplicação.

A obra de duplicação da rodovia inicia na próxima segunda-feira (15). Mertz revela que ao longo da rodovia, serão 15 frentes de trabalho. “No auge da duplicação podem ter cerca de 100 homens trabalhando nos 20 km da rodovia”, declara o prefeito, ressaltando a intensidade no ritmo de trabalho que será adotado pela CCR para cumprir o prazo de entrega da obra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui